fechar Fechar aviso

As Tendências dos Desfiles do Inverno 19 de Alta Costura

por Gabriela Bonomi

Duas vezes por ano acontece em Paris a temporada de Haute Couture, mais conhecida no Brasil como a semana de alta-costura. Como isso começou? Quem estuda ou estudou história da moda sabe. Em 1868, com o costureiro inglês Charles Frederick Worth - o pai da alta-costura. Ele desenhava e costurava roupas apenas para o hight society e realeza européia, peças feitas à mão, sob medida - claro - e exemplares únicos, ninguém teria a mesma roupa que outra pessoa. Foi o primeiro a colocar etiquetas de marca em peças dentro de um atelier - além de ter sido pioneiro ao usar modelos para desfilar suas criações em coleções. Chiquérrimo, não?

Apesar de ter sido criada por um inglês, a alta-costura pertence à Paris e somente Paris. A razão disso? Lá foi criado o Chambre Syndicale de la Haute Couture, a Câmara Sindical de Alta Costura. Eles criaram determinadas leis para aprovar qual marca pode ou não receber o título de alta-costura - protegido por lei - pelo Ministro da Industria na França.

As regras são claras e nada simples: antes, a grife deveria ter um atelier em Paris com pelo menos cinco andares e um espaço para desfile, localizado em uma das três avenidas mais importantes da cidade - Champs Elysées, Montaigne e Georges V. Mais de 120 artesãos fixos deveriam trabalhar no estabelecimento e produzir duas coleções com mais de 75 looks feitos à mão somente com matérias primas de alta qualidade para desfilar duas vezes por ano. Hoje, com a saída de algumas marcas e a economia em baixa, algumas regras mudaram. Continua sendo obrigatório ter um atelier com pelo menos cinco andares com espaço para desfile e ser localizado em uma das três avenidas mais importantes da cidade. O que mudou: Ter no mínimo 20 artesãos fixos no atelier que trabalham com linho, seda e outros tecidos nobres, paetês, plumas e pedrarias, desfilar duas vezes por ano pelo menos 20 looks para dia e noite.

Ou seja, se você ver alguma marca de alta costura no Brasil ou fora de Paris, não se engane - é mentira. 

As marcas que pertencem ao comitê de Haute Couture são: Valentino, Jean Paul Gaultier, Elie Saab, Maison Margiela, Armani Privé, Chanel, Ralph and Russo, Giambattista Valli, Dior, Iris Van Harpen, Schiaparelli e Givenchy. Elas desfilaram semana passada suas coleções para o inverno 2019 e nós, Looks Stealers, não perdemos a chance de apontar as trends que apostamos para a próxima temporada de inverno. Confiram: 

desfiles - haute couture - 2018 - looks - oda
Foto: FFW / Reprodução. Arte / Steal The Look
alfaiaria - haute couture - moda - deslifes - passarela
Foto: FFW / Reprodução. Arte / Steal The Look
bordados - desfiles - looks - moda - haute couture
Foto: FFW / Reprodução. Arte / Steal The Look
cores - desfiles - haute couture - 2018 - looks
Foto: FFW / Reprodução. Arte / Steal The Look

FOLLOW US ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar
Fechar aviso