5 dicas infalíveis para quem tem a pele oleosa

por Giulia Coronato

Uma grande e significativa parte da população brasileira tem pele oleosa. Pode ser pelo clima, pelo calor e sol intenso ou pela alimentação. Independente da causa, o fato é que a pele oleosa não é uma exceção e as pessoas com essa condição, não são um nicho.  

Eu, particularmente, venho sofrendo com isso desde que me conheço por gente e quando vai chegando o verão eu já preparo meu estoque de lencinhos matificantes e de protetores oil free, pois nas estações mais quentes parece que o trabalho das glândulas sebáceas se multiplica. 

Pensando em ajudar as manas que assim como eu, vivem com vontade de lavar o rosto, viemos te contar 5 dicas infalíveis e práticas que vão te ajudar nessa jornada de pele oleosa. Vem ver: 

-                      -                      -                      -

A produção desequilibrada de sebo no rosto pode ser causada por falta de hidratação do corpo e consequentemente da pele. Logo, beber água é essencial para a saúde da cútis. Independente de qual seja seu tipo de pele. Comece bebendo 2L por dia e a diferença já vai ser imensa.

-                      -                      -                      -

Muitas pessoas costumam achar que por ter a pele oleosa a hidratação deve ser menos recorrente ou menos intensa. É ai que você se engana! Pele oleosas precisam ser hidratadas corretamente, com produtos específicos para tal condição. O cuidado deve ser em dobro para não aumentar a produção de sebo.

-                      -                      -                      -

Outro passo que precisa ter cuidado redobrado é a limpeza da pele. A limpeza, quando feita corretamente é fundamental para remover impurezas externas e, até mesmo, internas. Ela evita a obstrução e o entupimento das glândulas sebáceas. O recomendado é lavar duas vezes ao dias com produtos específicos para pele oleosa.

-                      -                      -                      -

Máscaras de argila são um grande aliado de skincare para diversas pessoas com diferentes tipos de pele, e a pele oleosa não fica de fora. Com ação adstringente, tonificante e secativa, ela ajuda a remover o excesso de oleosidade e secar cravos e espinhas de quem muitas vezes também lida com a acne.

-                      -                      -                      -

A exposição ao sol e as altas temperaturas estimulam o funcionamento das glândulas sebáceas e podem aumentar a produção de sebo na pele. Logo, é de extrema importância sempre estar protegida do sol, com protetores solares oil free e não comedogênicos (produtos que não entopem os poros), aposte em bonés e chapéus para evitar completamente e exposição.

Para esclarecer algumas dúvidas e encontrar as melhores soluções e tratamentos para quem tem pele oleosa, nós pedimos um help para nosso grande aliado Dr. Leandro Copetti e esclarecemos algumas das perguntas mais frequentes sobre pele oleosa:

-            -            -            -

"O sebo (sim, produzimos sebo e não óleo) de uma pele sem doenças é produzido naturalmente para a proteção dela contra os irritantes e contra a perda de água por evaporação natural. Normalmente o excesso de produção de sebo é um indicativo de que a pele está tentando se proteger de uma (ou das duas) das situações acima. Com o tempo isso pode se tornar crônico e causar uma hiperplasia sebácea (aumento da quantidade e tamanho das glândulas) necessitando tratamento específico."

-                -                -                -

"A melhor forma é diagnosticar e tratar a causa desse excesso de produção sebácea, seja pela falta de hidratação ou seja pela retirada de componentes irritantes. Usar secativos, lavar em excesso e outras práticas comuns utilizadas pela maioria é apenas uma muleta para um problema que vai além da aparência “estética” de ter o rosto brilhoso por excesso do sebo na superfície."

-            -            -            -

"Longe de ser! Costuma ser o contrário. A falta de água na pele é o estímulo mais forte para que as glândulas sebáceas entrem em “overdrive”. Existem dois mecanismos que a pele tem para aumentar a proteção contra agentes externos e a perda de água:
1. Produzir mais sebo;
2. Aumentar a espessura da camada morta da pele.
E justamente é o que a maioria das pessoas que estão com a pele oleosa adora fazer CONTRA a pele: esfoliar e usar com produtos ultra-secativos. Um desfavor à pele."

-            -            -            -

"MAL em sí não faz… mas pode piorar a longo prazo alguns problemas que estão associados ao desequilíbrio na microbiota da pele, como acne e rosácea, perpetuando o ciclo de irritação da pele.
Quem acaba adotando essa prática está jogando em contra das necessidades reais da pele."

-            -            -            -

"Não existe nenhum trabalho científico comprovando essa afirmação popular. Provavelmente se deve à confusão que peles mais claras são mais propensas a serem secas e, consequentemente, não produzem proteção sebácea suficiente. Elas acabam desidratando mais rapidamente e ficando com aspecto envelhecido antes do que as peles morenas. O que é comprovado que protege a pele contra envelhecimento é a quantidade de melanina nela, ou seja, a cor."

-            -            -            -
"Em geral sim, mas isso não significa que não precisa de hidratação! A “oclusão” que o sebo oferece na pele é justamente a melhor maneira que ela própria tem de se manter hidratada. Em comparação com as peles secas, ela precisa de “menos cuidado” nesse aspecto."
Deixe um Comentário
Você também vai gostar