5 dicas para ter uma relação saudável com o trabalho

por Giulia Coronato

No sistema ecônomico e social que vivemos, fica cada vez mais difícil ter uma relação saudável com o trabalho. Somos ensinados a nos doar completamente em função de nossa vida profissional e separar o pessoal do profissional é uma tarefa que poucos realizam com sucesso. Diferente do que fomos ensinados, o estresse, o cansaço mental e o burnout também podem estar ligados a trabalhos que gostamos e ambientes profissionais que não são tóxicos. Isso provavelmente se deve à forma como nos relacionamos com nosso trabalho e com nosso eu profissional. 

Além de já ter visto de perto isso acontecendo, já experienciei na pele, principalmente a partir do momento que entramos em quarentena, o home office se tornou uma realidade geral e separar a pessoa física da jurídica ficou ainda mais complicado. 

Comecei a notar diversos sinais de que meu relacionamento comigo mesma estava enfraquecido, em resposta à como eu me relacionava com o meu trabalho. Por isso, requisitei ajuda, e junto com minha psicóloga, bolamos quase que um passo a passo de como ter uma relação saudável com o trabalho, e é isso que vim compartilhar com você hoje: 

It girls - relação saudável com o trabalho - relação saudável com o trabalho - Inverno - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Anastasia Matisse (Reprodução/Instagram)

_tenha hora para começar e para parar

O home office nos proporcionou uma maior versatilidade em relação aos nossos horários, conseguimos nos adaptar e ser mais maleáveis, começando o dia um pouco mais tarde, tendo mais tempo para outras atividades e sendo mais adaptáveis no geral. Mas, isso também tem seu lado negativo. Como trabalhamos de casa, e estamos a alguns passos de nosso "escritório", o que custa responder um email fora do horário? Ou trabalhar algumas horas a mais todos os dias? Custa, e custa caro. Quando não estipulamos uma hora para começar e parar, passamos literalmente o dia todo trabalhando, em alerta. Não descansamos o corpo e a mente e vivemos no modo profissional, acumulando tensão e estresse. O descanso é importante, e separar a vida pessoa da profissional também, por isso, estipule um horário para começar e parar, todos os dias. 

_aprenda a dizer não

Ninguém gosta de falar não para o chefe ou para um colega de trabalho, queremos ajudar a todos, estar disponíveis e poder fazer tudo ao nosso alcance. Mas, se você já está sobrecarregado, com a lista de to-do lotada, aprenda a dizer não. Não queria abraçar o mundo e fazer o impossível, ajudando a todos. Não estamos falando para você nunca mais ajudar ninguém ou nunca mais pegar tarefas que não sejam suas. Mas saiba o momento de dizer não, pontue que você já está sobrecarregado e não consegue assumir mais essa responsabilidade. Acredite, você não estará decepcionando ninguém, nem sendo um profissional pior. 

_não tenha medo de pontuar

Junto com o tópico anterior, aprender a pontuar e a falar é um ponto não-negociável em uma relação saudável com o trabalho. Precisamos externalizar aquilo que nos incomoda, aquilo que não nos faz bem, seja para um superior ou para alguém dos Recursos Humanos. As conversas mais difíceis, são as mais necessárias e relações são mantidas a partir de uma comunicação refinada. Por isso, aprenda a se comunicar, pontuar e falar. 

_o poder do descanso

Se teve algo que minha psicóloga me ensinou que mudou completamente a forma como eu trabalho, é que descansar é parte assídua de ser proativa. Descansar, o corpo e a mente é tão indispensável quanto trabalhar, quando falamos de produtividade. Ser proativo não é estar ativo 100% do seu tempo ou dia, e sim conseguir produzir no tempo que você tem separado para isso. Por isso, acredite, descansar é importante, é necessário e deve ser prioridade também. 

_tenha hobbies que não estejam ligados ao trabalho

Eu sempre fui o tipo de pessoa que procurava uma motivação profissional para fazer absolutamente tudo em minha vida. Só fazia cursos, lia livros, e tinha hobbies que de alguma forma iriam me aprimorar como profissional. Isso, assim como a falta de descanso e a falta de um horário, nos mantêm sempre em alerta, com o modo trabalho ligado. A vida vai muito além do trabalho, precisamos aprender a separar pessoa física de pessoa jurídica, e por mais clichê que possa parecer, alimentar nossa alma. Ter hobbies somente por prazer, que não têm um propósito profissional é uma ótima forma de relaxar a mente e estimular nossa criatividade.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar