STEAL THE LOOK | SHOP - ACESSE!

5 fears less: Enfrentei 5 medos de beleza e te conto por que você devia fazer o mesmo

por Carol Carlovich

Sair da nossa zona de conforto pode muitas vezes ser apavorante. Ainda mais quando essa saída implica em uma mudança drástica na nossa aparência - algo que pode facilmente ser percebido quando saímos de casa e encaramos a rua, os amigos, colegas de trabalho, as pessoas no metrô. A verdade é que do corte de cabelo ousado que deixamos de fazer por insegurança, à cor de roupa que achamos que não nos favorece e passando pela trend de beleza que consideramos não ser pra nós, todos esses medos tem uma mesma raiz: a zona de conforto.

Ousar na escolha de um batom ou de um look representam muito mais do que essas atitudes em si mesmas. Quando saímos da nossa zona de conforto, expandimos nossos horizontes e treinamos nosso cérebro a se abrir a possibilidades que antes não eram nem consideradas. Claro, não estamos dizendo que você DEVE se forçar a fazer algo que não te deixa confortável consigo mesma. O que estamos sugerindo, é: que tal parar para pensar de onde essa insegurança vem? Será que não vale combatê-la de alguma forma? Eu tenho vontade de fazer isso?

Todas essas perguntas são extremamente válidas e me incentivaram a combater 5 medos de beleza que eu nutria (e ainda nutro - eles não somem do dia pra noite!) dentro de mim. O processo foi desafiador, mas revelador: descobri que muitos deles não faziam nem sentido quando colocados em prática e que eu poderia SIM testar essas possibilidades. Descobri que, de fato, essas inseguranças são construídas em nós - e só nós podemos desconstruí-las. O resultado dessa experiência você confere aqui comigo:

Carol Carlovich - batom vinho - beleza - inverno - beleza
Foto: Carol Carlovich (Reprodução)

MEDO DE BATONS MUITO ESCUROS

Acho que esse medo começou quando eu estava fazendo tratamento para acne com Roacutan. Naquela época, meus lábios ficaram extremamente secos e eu não me sentia nada bem com nada neles que não fosse só um balm. Sempre achei que o acabamento desses batons mega escuros ficava feio, desigual e só acentuava as rachaduras. Hoje, já com os lábios recuperados e mega hidratados (porque sou a louca do hidratante labial), e também amante do batom vermelho mate, esse medo já não fazia sentido algum. Apesar de ter me achado estranha durante a primeira hora, com o passar do dia comecei a gostar da cor e do resultado da maquiagem em um todo. Vou com certeza tentar usá-lo mais vezes agora que o frio bate a nossa porta!

Carol Carlovich - glitter - beleza - inverno - beleza
Foto: Carol Carlovich (Reprodução)

MEDO DE GLITTER

Como nunca fui muito fã de Carnaval, não entendi qual era a grande obsessão das pessoas com o glitter. Além de grudar em tudo pra nunca mais sair, eu achava tudo aquilo muito over. Bonito, claro, nos outros. Mas em mim? Não. Foi aí que algumas fotos de sombras e delineados brilhantes começaram a surgir no meu pinterest - e um pensamentozinho surgiu em mim: "eu queria testar essa maquiagem..." Depois de muitas vezes silenciar essa vozinha, resolvi encarar esse medo e testar um delineado com glitter e a grande surpresa vem agora: eu amei! Apesar de ainda não ter conseguido usar como sombra, na pálpebra inteira, esse pequeno passo me deixou muito feliz e me fez considerar explorar mais looks com o produto!

Carol Carlovich - iluminador - beleza - inverno - beleza
Foto: Carol Carlovich (Reprodução)

MEDO DE ILUMINADOR FORTE

Eu amo iluminador. Não me entenda mal - eu sempre dou um jeitinho de iluminar a pontinha do meu nariz (acho o resultado muito fofo!), o cantinho interno do meu olho, o osso da sobrancelha e o arco do cupido. No entanto, por conta das manchinhas e marcas de acne que eu ainda tenho, sempre que eu pensava em iluminar a parte lateral do rosto, perto das bochechas, algo me impedia. Achava que o iluminador apenas traria mais atenção para essas marcas que eu queria esconder. Pesquisei várias alternativas e decidi testar um iluminador bem forte - mas cremoso. E adorei o resultado! Apesar de ainda perceber que as manchinhas estão ali, sei que quando aquela voz sugerir novamente pra que eu use o produto onde eu bem quiser, não vou mais ser impedida pelo medo do incerto.

Carol Carlovich - sombra colorida - beleza - inverno - beleza
Foto: Carol Carlovich (Reprodução)

MEDO DE SOMBRA COLORIDA

Esse medo na verdade faz parte de um medo bem maior: o medo das sombras. Eu nunca gostei muito de muitas cores no rosto além do clássico batom vermelho. Então quando o assunto era sombra... eu congelava. Depois de aprender a apreciar o poder de uma boa sombra marrom, restou apenas o medo das opções mega coloridas. Com cada vez mais fotos de looks lindos com olhos coloridos surgindo nas revistas, backstages e no meu pinterest, comecei a considerar testá-las. E posso dizer que esse foi o resultado que mais amei! Já coloquei na minha lista para ir comprar pigmentos azul, rosa e amarelo para testar mais looks diferentex com eles. 

Carol Carlovich - delineado - beleza - inverno - beleza
Foto: Carol Carlovich (Reprodução)

MEDO DE DELINEADO

Por muito tempo, eu amava um bom delineado. Eu era, inclusive, a única amiga do meu grupo que conseguia desenhar um com perfeição, sem grandes dificuldades. Mas com o passar dos anos, meus estilo foi mudando e eu comecei a preferir maquiagens mais minimalistas, sem sombra, sem delineado, a famosa "no make up make up". E não tem problema algum nisso! A única questão é que, sempre que eu queria fazer um delineado - e eu chegava a desenhá-lo - me peguei várias vezes tirando tudo e pensando que aquilo não ficava mais bonito em mim. Que delineados não eram mais pro meu bico. E aí mora o problema. Então usei esse desafio para dessa vez usá-lo e não tirá-lo. Depois de tanto tempo, claro que me senti diferente. A pior parte é, na verdade, não pode coçar o olho a qualquer hora! Mas, de resto, acho que finalmente fiz as pazes com o delineador - e vou tentar incluí-lo novamente na minha rotina!

FOLLOW US ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar