PUSH - compre agora seu ingresso

7 Erros Comuns Na Hora De Limpar O Rosto

por Lara Lincoln

A limpeza facial é o primeiro passo de qualquer rotina de cuidados com a pele. Diariamente, o nosso rosto acumula diversas impurezas que são as grandes responsáveis por diversos problemas cutâneos: acne, manchas, cravos, falta de hidratação e até dermatite. Por isso, é importante apostar em produtos certos, indicados para o seu tipo de pele, e lavar o rosto duas vezes por dia, logo de manhã e antes de dormir. 

Porém, esse cuidado não é missão tão simples assim. Existem erros comuns que, ao invés de remover as impurezas e cuidar da pele, só pioram a situação. Exagerar na quantidade de produto, lavagens, esfoliar em excesso, pular o demaquilante e esquecer do tônico facial são só alguns exemplos que se tornam verdadeiros vilões contra a conquista da pele perfeita, hidratada e com aquele glow de "dormi por 8 horas e bebo dois litros de água por dia". Mas, calma! Antes de bater o desespero, conversamos com o Dr. Leandro Copetti, cirurgião plástico e nosso beauty contributor, para tirar todas as nossas dúvidas sobre lavagem facial. Do melhor tipo de demaquilante à importância de escolher a fórmula certa, o Dr. Leandro esclareceu os nossos maiores desafios:  

Kate Upton
Foto: Kate Upton
fórmula

É essencial escolher o produto certo para a sua pele. Quem tem o rosto oleoso, se adapta melhor a ingredientes adstringentes e de limpeza profunda, porém, na pele seca, fórmulas hidratantes são as melhores opções. De acordo com o Dr. Leandro, é importante escolher um sabonete que não cause irritação à pele, mantendo a camada de proteção natural e que elimine o máximo de detritos possível. "Às vezes são necessários mais de um produto para atingir esses objetivos. Para referência, sempre sugiro o Cetaphil Pele Sensível em Barra, que é encontrado em qualquer farmácia no mundo e pode ser usado em peles sensibilizadas", explicou. 

exagerar

Muitas pessoas acreditam que quanto mais produto aplicado, mais eficiente será a limpeza. Porém, exagerar na quantidade pode causar o chamado efeito rebote, quando toda a oleosidade natural da pele é removida e, para equilibrar a falta, o nosso rosto produz mais sebo. Além disso, o excesso de friccção e esfregação pode irritar a pele e piorar o quadro de oleosidade. "Rosto e pescoço são regiões extremamente sensíveis e devem ser tratadas com carinho no dia-a-dia. Eu, particularmente, sou contra métodos de esfoliação física feitas em casa, eles machucam a pele e o benefício é limitado", afirmou o Dr. Leandro.

lavar o rosto

Assim como exagerar no produto, lavar o rosto em excesso também pode causar o efeito rebote e sensibilizar a pele. É importante entender que diferentes momentos do dia demandam uma limpeza diferenciada. Segundo Leandro Copetti, a limpeza de pele pela manhã é diferente de limpeza durante à noite, quando o rosto passa o dia todo com maquiagem e exposto à impurezas urbanas.

Ao final do dia, devemos nos atentar aos demaquilantes, tônicos e sabonetes mais potentes, já ao acordar, fórmulas mais suaves funcionam melhor. "O tipo de pele, os tratamentos tópicos que estão sendo usados e o tipo de atividade diária influenciam na escolha de como será o passo a passo", explicou. 

lavar o rosto

Sim, reserve alguns minutinhos da sua rotina para lavar o rosto da maneira correta. Nada de esquecer de regiões como pescoço, orelhas e cantinhos da testa. Se sentir necessidade, lave o rosto por etapas. Primeiro, uma limpeza mais geral e, depois, lavagem específica na zona T e outras áreas mais críticas. Ah, e nada de esfregar demais, ok? A ideia é tratar o rosto com suavidade.

Segundo o cirurgião plástico, lavar o rosto é essencial para ajudar a remover as impurezas e ajudar na penetração de componentes ativos e tópicos que ajudam a manter a pele mais jovem. "A invenção de cremes, maquiagem e outros produtos que usamos trouxeram a necessidade da remoção destes, que se deixado acumular na pele, podem trazer problemas e favorecer o envelhecimento", afirmou.

tonico

O tônico facial é um passo importante e muitas vezes deixado de lado. Ele é indispensável porque, além de remover as impurezas que se acumulam profundamente nos poros, também equilibra o pH da pele e ajuda na absorção de séruns, hidratantes e produtos com componentes ativos. Escolha um produto específico para a sua pele, assim como o sabonete, e use diariamente. 

demaquilante

Nada de não remover a maquiagem e ir direto para a lavagem. Primeiro vem o demaquilante e, depois, o sabonete facial. A maquiagem pode bloquear a ação dos agentes de limpeza do sabonete e evita a absorção dos componentes adstringentes. E vale apostar no tipo certo, viu? De acordo com o Dr. Leandro, a melhor opção são as fórmulas em óleo que não irritam a pele. "Minha primeira recomendação são os óleos demaquilantes. Eles são super suaves, escorregam na pele e derretem até a maquiagem mais pesada e são enxaguáveis. Esse passo pode ser repetido até dissolver toda a maquiagem", explicou. 

E, pasmem: os tão queridos lencinhos demaquilantes podem irritar a pele pelo excesso de fricção. O ideal é deixá-los apenas para momentos de preguiça. 

água quente

A água em temperatura muito quente é prejudicial à pele. O vapor, apesar de abrir os poros, também remove a oleosidade, umidade e hidratação natural da pele. Por isso, o ideal é lavar o rosto com a água morna, que não resseca e permite a absorção dos produtos. Anota o truque: antes de lavar o rosto, borrife água termal para acalmar e umedecer o rosto. Vale aplicar logo após da lavagem também. 

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar