A história dos tênis mais famosos do mundo

por Giulia Coronato

Em poucos anos os tênis se tornaram um dos ícones mais amados e desejados do nosso guarda-roupa, as marcas mais famosas e consagradas do mundo estão constantemente lançando novos modelos exclusivos ou releituras de suas criações mais icônicas. Com isso, os tênis, principalmente os sneakers (termo do qual vai muito além da tradução e é considerado uma cultura dentro do design), são considerados hoje objetos de luxo, assim como bolsas, acessórios e sapatos de grifes.

Por aqui, nós somos fãs de tênis, especialmente dos modelos clássicos e infalíveis e hoje, para te mostrar o quão importante são esses itens de footwear para a história da moda e principalmente para entendermos toda uma década, trouxemos a história dos tênis mais famosos do mundo. Vem com a gente e prepara-se para desejar todos eles: 

_converse all star chuck taylor

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Chuck Taylor (Reprodução)

Possivelmente o tênis mais famoso de todos os tempos, o Converse All Star tem mais de 100 anos de história. Tudo começou em 1908, na cidade de Maldens, Massachusetts. Foi lá que o empresário Marquis Mills Converse abriu a Converse Rubber Show Company, empresa dedicada à produção de calçados de borracha. Mas foi em 1917 que o modelo clássico foi lançado, em parceria com Chuck Taylor, um famoso jogador de basquete da época que jogava no time All Star. Em colaboração, eles lançaram o tênis de lona e sola de borracha que tanto amamos. Durante muitos anos, o Converse All Star Chuck Taylor foi usado exclusivamente no basquete, até dominar as ruas, as telonas e os nossos looks.

_adidas super star

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Adidas Superstar (Reprodução)

O Adidas Super Star é outro tênis que surgiu no basquete e dominou o street style. Lançado em 1969, o tênis vinha cheio de tecnologia para amortecer e proteger os pés dos atletas, como a concha na parte da frente e sola mais grossa. Mas foi somente um ano depois que o sneaker virou febre, pois até 1970 somente os jogadores da NBA tinham acesso ao modelo, e não precisou de mais vitrine para fazer o item bombar, já que 75% dos jogadores da NBA usavam o Super Star!

Após uma década, o tênis caiu em esquecimento e muitos já tinham deixado os seus pares de lado. Até que o grupo de rap RUN DMC lançou uma música chamada nada mais, nada menos do que My Adidas, fazendo novamente o sapato voltar para a lista de desejo de todos os jovens da época. Era difícil desvincular o trio de hip hop dos tênis, tanto que logo eles assinaram um contrato com a própria Adidas, algo totalmente raro para a época, e a coisa tomou proporções ainda maiores, consagrando o modelo como um dos sneakers mais importantes da história da moda. 

_nike air jordan 1

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Michael Jordan (Reprodução)

Não tem como falar da história dos tênis mais famosos do mundo e não falar do Jordan. A parceria mais bem sucedida da Nike, e talvez do mundo, foi dada pela empresa esportiva e pelo jogador de basquete Michael Jordan. Foi em 1984, quando a Nike ainda não era gigante e a Converse e a Adidas ainda dominavam as quadras de basquete, que a ideia da marca de ter presença no esporte veio. Em uma tacada de sorte, a Nike escolheu o novato MJ. O risco foi gigante, mas como sabemos agora, os resultados foram ainda maiores.

No começo de 1985, o primeiro tênis foi criado, com design completamente inovador e nada óbvio para a época, com as cores preta e vermelha do Chicago Bulls de Jordan. O sucesso foi imediato e impulsionado pelo jogo aéreo do atleta, o nome Air vem da incrível habilidade de Jordan de voar nas quadras. Naquele mesmo ano, a NBA proibiu o Nike Air Jordan de ser usado nas quadras, por violar as regras de cores da liga (todos os jogadores deveriam usar tênis brancos), multando o Chicago Bulls no valor de $5.000, caso o jogador usasse o tênis durante as partidas, e adivinhem? A Nike pagou a multa em todos os jogos.

Depois disso, o tênis se tornou um marco da cultura street e um dos maiores objetos de desejos dos "sneakerhead". Hoje, já existem mais de 33 modelos de tênis da linha Jordan, além de diversas peças de roupas e acessórios. A parceria é a de maior sucesso já vista, segundo a revista Forbes, em 2019 a Jordan gerou uma receita de mais de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 18 bilhões) para a Nike. Com um holerite para o atleta de US$ 130 milhões para o uso de seus direitos, mesmo após mais de 20 anos do fim de sua carreira. 

_puma suede

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Puma Suede (Reprodução)

Mais uma história de tênis que começa no basquete e se encontra com o Hip Hop! O Puma Suede surgiu em 1968, com uma grande inovação na época: o material escolhido. Os tênis de camurça não eram uma realidade, ainda mais no basquete! Quando foi lançado, o buzz foi tanto que o item foi aderido por muitos atletas da época. No mesmo ano, durante os Jogos Olímpicos na Cidade do México, o velocista americano Tommie Smith quebrou o recorde mundial dos 200m rasos calçando um modelo da marca e recebeu sua medalha usando o Puma Suede. Em um gesto memorável, ao subir ao pódio, tirou o tênis e ergueu-o no punho, em homenagem ao movimento Black Power, desde então o sapato se tornou um símbolo para a cultura afro-americana. Saindo um pouco das práticas esportivas e tomando as ruas, nos anos 70 e 80 foi mais um modelo com muita importância no meio musical e que era visto nos pés dos b-boys e fazendo a cabeça de toda a juventude que cresceu em torno da ascensão da cultura do hip hop.

_nike cortez

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Tom Hank, Robin Whright (Reprodução)

O primeiro tênis de corrida Nike, foi o Cortez, desenvolvido em 1972 pelo próprio criador da marca, Bill Bowerman. Sua ideia era dar mais conforto aos atletas, e a maior inovação do item foi deixar a tecnologia do amortecimento à mostra. Rapidamente o tênis se tornou mundialmente conhecido e desejado, principalmente pelas pessoas à frente do esporte, quase todos os atletas do atletismo americano usavam o Cortez. Um dos momentos mais marcantes da história dos tênis e uma das aparições que consagrou o modelo, foi a aparição e a importância dele no filme de 1994, Forrest Gump. Como não lembrar de Forrest ao se deparar com o tênis?

_reebok freestyle

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Reebok Freestyle (Reprodução)

Quando falamos da história dos tênis, ela é sempre ligada ao esporte, ou melhor, sempre ligada ao esporte masculino. Mas tudo mudou com o surgimento do Reebok Freestyle, o primeiro modelo direcionado ao público feminino. Até o começo dos anos 80, todos os sneakers eram desenhados para homens e a maioria nem possuía uma grade menor para servir em mulheres. Mas, com o boom dos exercícios aeróbicos na década de 80, uma brecha no mercado foi aberta. Diz a lenda que um dos sócios da Reebok foi buscar a esposa em uma academia e viu que todas as mulheres faziam seus exercícios descalços, porque não existiam tênis esportivos no tamanho feminino, assim uma luz se acendeu e a marca apresentou ao mercado o Reebok Freestyle. O lançamento foi tão bem recebido que a marca vendeu 32 mil pares em somente uma semana!

_adidas stan smith

It girls - história dos tênis - história dos tênis - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Stan Smith (Reprodução)

Um dos tênis mais amados da Adidas é o Stan Smith, que assim como outros modelos citados acima, este também leva o nome de um atleta, mas dessa vez, não um jogador de basquete. A história do modelo começa em meados da década de 60, quando a marca alemã chamou de Adidas Robert Haillet um de seus tênis esportivos. Após se aposentar em 1971, o tenista rompeu seu contrato com a marca alemã e em 1973, a Adidas foi atrás de Stan Smith para nomear o calçado. Além da estratégia ter partido por ele ter sido o campeão de Wimbledon do ano anterior, a empresa alemã buscava maior alcance no mercado americano. O contrato foi se renovando e o tênis se tornando um ícone não só no esporte, como também na moda e até hoje, a parceria já rendeu mais de 50 milhões de pares vendidos.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar