A importância da masturbação feminina para o autoconhecimento e o autocuidado

por Giulia Coronato

Hoje, dia 31 de Julho é comemorado o Dia Do Orgasmo. O ápice sexual - atingido com ou sem um parceiro - gera uma descarga elétrica de até 244 milivolts e garante diversos benefícios para a saúde física e mental. Quando falamos do orgasmo e da masturbação feminina, falamos diretamente de todo tabu que cerca o tema, e do quanto a sexualidade da mulher foi - e ainda é - mal interpretada e olhada com maus olhos. 

Vivemos com um sentimento de culpa e vergonha ligado à masturbação, por conta de um longo passado onde homens e religiões controlavam a sexualidade feminina. As informações e estudos em torno da sexualidade da mulher e da anatomia de nosso corpo, foram até hoje, sempre realizadas por homens, isso combinada com a constante presença da religião e do sistema patriarcal em assuntos que não cabe a eles, nos fez criar um inconsciente coletivo de que sexo é proibido e de que ser uma mulher livre, é uma ofensa. Há um grande tabu em torno da masturbação feminina, mas quando paramos para pensar, vemos que na verdade não tem porquê. A masturbação é um ato de amor próprio, de autocuidado e de autoconhecimento, e traz diversos benefícios, a curto e a longo prazo.

It girls - masturbação feminina - masturbação feminina - Inverno - Em casa - https://stealthelook.com.br
Foto: Foto (Reprodução/Pinterest)

Se tocar, se dar prazer e explorar suas zonas erógenas é uma ferramenta imprescindível de autoconhecimento. O corpo da mulher tem muitas zonas erógenas além do clitóris e explorá-las é uma atividade, além de tudo, muito prazerosa! Se livre de preconceitos e mergulhe em si mesma! Mamilos, nuca, orelhas, lábios e até pés e mãos são um ótimo início para começar o passeio por seu corpo. Conhecer seu corpo e seus pontos mais sensíveis, só irá te fazer bem e ter um conhecimento ainda maior de si, dos seus gostos e de suas particularidades!

A masturbação feminina é, além de saudável, um ato de empoderamento. Passamos toda a vida ouvindo de terceiros o que devemos ou não fazer com nosso corpo, como devemos nos portar e nos reservar. E o resultado dessa repressão moralista, são dados assustadores em torno do prazer da mulher. Segundo um estudo da Universidade de Chicago, 40% das mulheres não se masturbam frequentemente e 70% delas dizem não atingir o clímax ao transar com seus parceiros. Isso mostra que a masturbação ainda não faz parte do vocabulário feminino e no que diz respeito ao prazer sexual, em geral as mulheres o colocam em desprioridade.

Nesse Dia Do Orgasmo, convidamos todas as mulheres a se conhecer, se amar e se tocar. A masturbação feminina e o orgasmo são naturais, são saudáveis e devem fazem parte da vida de todos, independente do gênero, da orientação sexual ou da religião. Confira abaixo alguns dos benefícios da masturbação feminina

_alivia dores menstruais

Sim, você leu certo! A masturbação pode aliviar dores, especialmente aquelas relacionadas com a menstruação e outros sintomas ginecológicos. Masturbar-se durante o período menstrual tem o efeito de prevenir e diminuir a inflamação da zona genital, graças às substâncias químicas que se produzem na corrente circulatória ao ter um orgasmo, atuando de maneira analgésica. 

_fortalece o sistema imunológico

Segundo um artigo publicado na Sexual and Relationship Therapy, o sistema imunológico dos homens que se masturbam funciona muito melhor. Já com a masturbação feminina, a atividade pode previnir endometriose e outras infecções, pois contribui para que se abra o colo do útero e libere mucosidade e fluidos cervicais.

_melhora a qualidade do sono

Por incrível que pareça, a masturbação e o orgasmo influenciam - e muito! - na qualidade do sono. Depois do orgasmo é liberada uma série de endorfinas, hormônios e citocinas que atuam como relaxantes químicos no nosso corpo. Dessa forma, ao nos encontrarmos relaxados e cheios de "bons hormônios", o sono vem além de muito mais rápido, em melhor qualidade. 

_aumenta a libido e proporciona prazer

A masturbação proporciona prazer imediato, claro, mas a longo prazo ela carrega uma importância gigante na nossa saúde e em nossos desejos sexuais. Quando nos masturbamos com frequência os níveis de dopamina de nosso corpo se equilibram, o que está ligado diretamente com a libido. Então que tal deixar esse sentimento de culpa e repressão de lado, estimular sua libido e celebrar o fato de ser uma mulher, de se amar e de se conhecer?!

Deixe um Comentário
Você também vai gostar