A pressão estética das videochamadas durante a pandemia

por Giovana Marcon

As chamadas de vídeo têm salvado nossas vidas durante a pandemia. É uma chance de interação social, de resolver pendências e fazer reuniões de trabalho sem precisar sair de casa, o que é incrível. Mas também se tornou uma espécie de espelho que antes não estava ali. Quantas vezes você já pediu desculpa por estar sem maquiagem ou com o cabelo desarrumado? Mesmo que em miniatura no canto da tela, com as chamadas de vídeo estamos constantemente encarando a nós mesmas. E enquanto algumas mulheres estão aproveitando a oportunidade para dar um tempo na maquiagem, deixar de fazer as sobrancelhas ou diminuindo a frequência de lavar os cabelos, outras estão sentindo um aumento significativo da pressão estética - mesmo em tempos de pandemia, quando a prioridade é claramente outra.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br


Se você faz parte do time das que não estão preocupadas com a aparência durante a quarentena, com certeza conhece alguém do time oposto. Alguém que começa a vídeo chamada pedindo desculpa por não estar de maquiagem, por não ter dado tempo de arrumar o cabelo, por estar com a raíz dos fios tingidos crescida. Seja em reuniões de trabalho ou happy hour online com as amigas, sempre vai existir uma mulher se desculpando pela aparência. Algumas influencers de beleza estão dando dicas de como disfarçar tudo isso - de qual background vai valorizar seu rosto e qual é a melhor iluminação para participar de uma teleconferência. O Zoom tem até uma ferramenta que permite aplicar um “filtro de beleza” no seu rosto! E as mulheres estão sentindo tanta pressão para estarem arrumadas quanto sentiam antes da pandemia.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Mas essa situação na verdade não deveria ser uma surpresa para ninguém. Pesquisas mostram que mulheres tendem a pedir desculpas com muito mais frequência do que os homens. Eles estão com os cabelos mais compridos e barba a fazer, mas você não os vê entrando em uma chamada de vídeo e imediatamente se desculpando por sua aparência, né? A ideia de que uma mulher precisa pedir desculpas por aparecer em vídeo com olheiras evidentes e de que ela deveria se arrumar para reuniões virtuais é só mais uma evidência dos padrões de beleza deturpados pela sociedade. A pressão estética e manutenção que uma mulher deveria ter para estar em um ambiente de trabalho é absurdamente maior do que a de um homem - que não precisa esconder espinhas, passar maquiagem ou fazer escova nos cabelos. Isso é parte de um padrão enraizado de que as mulheres sempre podem melhorar em algum aspecto físico, mesmo dentro dessas circunstâncias, em que a compaixão deveria estar em primeiro plano.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Posso dizer por mim mesma, que mesmo estando em casa todos os dias, me sinto na obrigação de acordar, lavar o rosto, preencher as sobrancelhas e passar um blush para que eu não me sinta horrosa toda vez que aparecer na câmera do celular ou computador. Mas a verdade é que mulher alguma deveria se desculpar por sua aparência. Estamos em uma situação inimaginável, conciliando trabalho, família e uma pandemia global. Esse é exatamente o momento de ter um pouco de compaixão por si mesma. Então saiba que se o seu instinto é passar um rímel e blush antes de uma videochamada porque você se sente melhor assim, vá em frente. Faça o que você tem que fazer para se sentir bem, mas se não der tempo ou se você não estiver afim, saiba que você não precisa, em hipótese alguma, pedir desculpa por sua aparência.

*tradução livre do texto The inescapable pressure of being a woman on Zoom, do site Vox

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar