As diferenças entre pele sensível e pele sensibilizada

por Inaê Ribeiro

A nossa pele está sujeita a várias alterações, como questões hormonais, mudança de estação e até mesmo o envelhecimento, por isso é muito importante estar atenta a todos os sinais que ela apresenta. É comum fazer confusão sobre o real sintoma da pele, pois muitas vezes confundimos uma pele sensível com uma pele sensibilizada e aí o tratamento acaba não sendo efetivo.

Existem alguns sinais que diferenciam a pele sensível da sensibilizada e são eles que irão determinar qual tipo de produto escolher e qual rotina de skincare aderir. Se você está observando os sinais de sensibilidade na sua pele e quer entender de uma vez por todas como tratá-la, nós buscamos ajuda com a dermatologista Dra. Silvia Quaggio para esclarecer todas as suas dúvidas e te indicar a melhor maneira de como tratar a pele, vem ver:

Khat Guevara - skincare - pele sensível - inverno - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Khat Guevara (Reprodução/Pinterest)

_pele sensível ou sensibilizada?

Uma é devido a fatores externos, a outra é uma característica típica da pele, que é o caso da pele sensível. Essa é normalmente mais avermelhada e pode ter sensação de queimação e ressecamento em alguns pontos e, quando a sensibilidade é muito intensa, é comum ter formação de lesões que se parecem com acne. Segundo a Dra. Silvia, é muito comum que pessoas com este tipo de pele possuam rosácea.

Você deve estar se perguntando, "mas o que causa esses problemas?", primeiro que não existe um causa exata e sim diversos fatores como sol, mudança de temperatura, uso de cosméticos inadequados, comidas apimentadas, álcool e até mesmo picos de estresse. 

Já a pele sensibilizada é aquela que sofreu agressões externas de produtos de beleza que são fortes ou não indicados para o tipo de pele, podendo ser sabonetes, ácidos, esfoliantes e até mesmo uma frequência de limpeza.

Lina Re - skincare - pele sensível - inverno - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Lina Re (Reprodução/Pinterest)

_como tratar pele sensível

Agora que você já sabe os sinais que uma pele sensível apresenta e quais são os fatores que ela pode sofrer, é importante tratá-la da melhor maneira, para que os sintomas não piorem. Quando for criar a sua rotina de skincare, escolha sabonetes líquidos e neutros ou a base de probióticos, segundo a Dra. Silvia, eles são mais leves e não irão agredir a sua pele. Para hidratar, escolha séruns hidratantes e leves e sempre utilize protetor solar indicado para peles sensíveis ou apenas filtro solar físico, que não possuam químico em sua composição. 

Como já falamos, algumas peles sensíveis apresentam lesões que se parecem com acnes e se esse for um sintoma presente na sua, o indicado é que você procure um dermatologista, pois é comum que haja necessidade de um tratamento com antibióticos. 

Johanna Harris - skincare - pele sensível - inverno - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Johanna Harris (Reprodução/Pinterest)

_como tratar pele sensibilizada

Se você percebeu que a sua pele está ferida, mas não se encaixa como uma pele sensível, então o seu tratamento deve seguir a maneira para cuidar da sensibilidade dela, que normalmente ocorre pelo uso excessivo de substâncias irritantes como ácido salicílico, adapaleno, ácido glicólico e vários outros ativos que são destinados a peles envelhecidas ou oleosas. Se você notar que esses são componentes presentes em seus produtos de skincare, o primeiro passo é suspender o uso deles e então aderir outros hábitos para tratar a cútis.

Após observar a composição de seus produtos, inicie a lavagem do rosto sempre com água fria, dando preferência a sabonetes líquidos e neutros ao invés dos em barra. Para as peles que apresentarem desidratação, a dica é procurar hidratantes que possuam madecassoside e ácido hialurônico, que apesar de ter o nome ácido ele não é irritante e sim muito hidratante e previne sinais de envelhecimento. Claro que o protetor solar tem que estar sempre presente na sua rotina, por isso invista nos hidratantes, evitando os destinados a pele oleosas, pois podem agredir ainda mais sua pele. 

Para garantir uma melhor recuperação da sua pele, evite também realizar limpeza de pele, peelings físicos, químicos e até mesmo fazer depilação no local.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar