Casamento na pandemia: os casórios cool que já aconteceram esse ano

por The Look Stealers

Se você tinha um casamento marcado depois de março de 2020 ou em 2021, seja como convidado ou noiva, já deve ter sentido mudança no calendário. O plano de casar foi, entre muitos outros, afetado pela pandemia. Festas programadas com várias pessoas, em local fechado, tiveram que ser canceladas e a gente sabe que é o melhor a ser feito. Com isso, quem sonhava em casar, precisou encontrar maneiras seguras de realizar o seu casamento na pandemia, que respeitasse todas as regras de distanciamento social, com responsabilidade e cuidado com a vida.  

Devemos dizer que estamos inspiradas nos casamentos estilo mini wedding e reunimos influenciadoras que tiveram os casamentos na pandemia mais cool que aconteceram este ano. Elas contaram quais planos precisaram mudar e, principalmente, qual foi a sensação de realizar um casamento na pandemia.

Bruna Ogawa realizou seu casamento na pandemia no final de março de 2021. Nos planos iniciais, o casório teria acontecido em 26 de setembro de 2020 para 200 convidados, mas, prezando pela saúde de todos, ela e o noivo realizaram Elopement Wedding, um casamento com apenas seus pais.

Planejar um casamento em meio a tantas incertezas e uma visão tão nublada do futuro foi muito desafiador, mas foi um toque de esperança pra gente em um momento tão difícil para o mundo", disse, "tivemos muitos imprevistos e mudanças até chegarmos a decisão de cuidar da vida de quem amamos, e convidar presencialmente apenas aqueles que já conviviam na mesma casa que nós. Transformando nosso casamento para 200 pessoas em um Elopement Wedding só com nossos pais."

Na semana anterior ao casamento, aconteceram imprevistos que praticamente fizeram com que o casal precisasse replanejar detalhes importantes em quatro dias. "Sem a nossa cerimonialista Veri Machado, não conseguiríamos", conta Bruna.

E os demais convidados? A noiva explica: "graças a tecnologia, nós também conseguimos aproximar todos os nossos convidados pela live que fizemos durante o Elopement. Não aconteceu como o planejado, mas a surpresa de tudo foi muito boa.”

A história da Amanda Monteiro é diferente, pois ela não tinha um casamento planejado. Na verdade, foi a quarentena que criou o desejo nela e no noivo de realizar um casamento na pandemia. Por não morarem juntos, havia a dificuldade de se encontrarem, então decidiram realizar o casamento apenas entre os dois e um fotógrafo. 

"Eu e Pedro namorávamos há cinco anos e decidimos morar juntos, inicialmente por conta de algumas situações familiares desconfortáveis, reduzir contas, ''carentena'' (a pandemia fez com que nos víssemos cada vez menos, só por vídeo chamada), mas também porque sentimos que era o momento", conta.

Pedro surpreendeu Amanda com o pedido, que ela nem imaginava, um tempinho antes de começar a procurar apartamentos e foi tudo muito rápido. "Sério, a gente nem pensou em noivar, nem nada", conta, "nem passou pela cabeça fazer festa - até porque estamos em uma pandemia!"

Tudo aconteceu na mesma semana. "Marcamos no cartório e um amigo se colocou à disposição para fotografar", explica, "comprei um vestidinho novo e um buquê de flores secas. Foi muito especial pra gente dar esse passo, acredito que o tempo isolados fez com que sentíssemos cada vez mais a necessidade de cuidar um do outro."

Depois do casamento, o casal já está no morando junto e dividindo a casa com duas gatas no centro da cidade. "Dia 24 de abril completamos 2 meses de casados", diz.

Letícia Ribeiro nos contou que a pandemia fez com que ela e o noivo focassem no que realmente era essencial: estar juntos, poder reunir a família e realizar o casamento religioso. Ela conta que percebeu que não havia a necessidade de fazer uma festa só porque as outras pessoas faziam, então reuniu os pais e irmãos, e teve o casamento com as pessoas mais amadas junto.

"Casar neste momento de pandemia deixou muito claro o que é essencial, o que realmente importa", diz, "com tudo podendo mudar em questão de horas, foi uma experiência muito enriquecedora termos que ser flexíveis, abrirmos mão de alguns detalhes e questionarmos os motivos de cada tradição, não fazer algo só porque "todo mundo faz", sabe?"

Para o casal, a cerimônia religiosa tinha muito mais valor que um papel assinado, era algo que eles não poderiam abrir mão. "Então, nos casamos apenas na presença de nossos pais e irmãos (e muitas pessoas queridas nos assistindo online) e foi tudo perfeito, do jeito que tinha que ser", conta, "depois desse dia que foi um verdadeiro milagre, sentimos que podemos conquistar qualquer coisa. Celebrar o amor, mesmo em tempos difíceis, sempre vale a pena."

Mariana Lobo também realizou o seu casamento intimista na pandemia. A influenciadora contou que adiantou os planos de casar, e ela e o noivo reuniram os pais e irmãos em um casamento só no cartório. "Diante da pandemia, tivemos a oportunidade de adiantar nosso casamento, pois ao mesmo tempo que queríamos fazer uma festa para reunir todos amigos e familiares, sabíamos que no momento não seria possível por questões financeiras e por conta da pandemia. Unimos o útil ao agradável, "aproveitamos" o momento para fazer algo bem intimista, minimalista, nosso. Demos entrada no cartório e resolvemos fazer uma celebração do nosso amor com nossos pais e irmãos."

Para Mari, ela acredita que foi a melhor escolha. "Conseguimos economizar para poder gastar com outras prioridades", conta, "fora que foi muito importante pra nós ter apenas à nossa volta pessoas que realmente nos amam e nos querem bem. Fizemos uma live também aqui no Instagram (está salva no meu IGTV) e alguns seguidores participaram, foi bem legal e divertido."

A Gabriela Zukeram, do Two Lost Kids, namorou por sete anos à distância e o casamento dela também é um dos que foram adiantados por causa da pandemia. Gabi e Stefano fizeram até máscaras que combinam com os looks. "Eu e o Stefano vivemos um relacionamento à distância por quase sete anos, já que ele é da Itália", relembra, "em 2020, com a pandemia, ficamos mais de 10 meses sem nos ver e ainda com a incerteza de quando poderíamos nos ver de novo, já que a fronteira estava fechada para o Brasil. Em uma brecha entre Itália e Brasil, o Stefano conseguiu vir para cá no final de outubro."

Os dois já tinham planos de casar, mas a pandemia acelerou esse plano e muito! "Tínhamos medo de ficar separados de novo, então resolvemos casar de uma vez", conta, "assim eu poderia ir pra Itália ou ele pro Brasil durante a pandemia."

A ideia inicial do casal era fazer uma festa no Brasil e outra na Itália, mas o Coronavírus bagunçou tudo e eles se casaram só com as testemunhas e com a juíza que foi em casa - e todos de máscara, claro. "Acho que vai ser sempre marcante casar em plena pandemia", diz, "até mandamos fazer máscaras que combinassem com os looks e vamos guardar isso para sempre, esperando que esse momento seja realmente só uma lembrança que ficou no passado."

Segundo a Gabi, para o Stefano foi bem estranho casar no Brasil, sem sua família e com poucas pessoas, já que na Itália os casamentos são bem grandiosos. "Levamos tudo com muita leveza e felicidade porque agora podemos ficar juntinhos em casa, esperando a vacina chegar pra gente", finaliza.

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar