Couture Week

por Catharina Dieterich

Entre os dias 22 e 26 de janeiro rolou em Paris a semana de moda mais chic e exclusiva de todas, a de Alta-Costura. Apenas peças meticulosamente feitas à mão, por artesãos extremamente qualificados e com os melhores materiais e técnicas existentes cruzam essas passarelas. Pouquíssimas marcas têm a qualificação necessária pra participar da semana de Haute Couture. É necessário que a grife atenda a uma série de requisitos básicos, como, por exemplo, ter um ateliê em Paris, mais especificamente no chamado triangulo de ouro, entre as avenidas Montaigne, Georges V e Champs Elysée, com mais de 15 funcionários fixos – quem controla a entrada ou saída de uma marca no restrito circuito é a Chambre Syndicale de la Haute Couture, a Câmara Sindical da Alta-Costura.

Claro que, com tanto controle e requinte, o resultado visto nas passarelas são verdadeiras obras de arte – bordados riquíssimos, técnicas elaboradas e tecidos de primeira são só alguns dos detalhes apresentados com maestria. Os vestidos desfilados são quase sempre aqueles que a gente vê algumas semanas mais tarde em premiações poderosas, como o Oscar, ou em festas estreladas, como o Baile do Met. Ou seja, a semana envolve muito glamour. Por aqui ficamos com os radares ligados e agora você vê o nosso resumo:

Ficamos apaixonadas pela beleza de 3 desfiles: Chanel, Dior e Armani Privé. Em tempos em que a make nada reina, as grifes ousaram e colocaram brilho e cor na passarela mais chic ever. Amamos o iluminado feito com glitter da Chanel e as estrelinhas aplicadas na Dior - duas ideias ótimas para o carnaval, hein? Já a Armani escolheu uma sombra impactante, aplicada em excesso, até fora da área do côncavo dos olhos. Para não dizer que não falamos do minimalismo, a pele corrigida e os lábios com cor de saúde da Giambattista Valli também conquistaram nosso coração. 

beleza desfiles paris 2017
schiaparelli alta costura 2017

O trabalho de Guy Bourdin, fotógrafo de moda icônico que brilhou na moda nos anos 60 e 70, foi um dos pontos de partida de Bertrand Guyon, diretor criativo da Schiaparelli. Com um toque de exagero - é só reparar no uso de dourado + bordados + transparência + estampas, tudo junto & misturado - o estilista fez um mix esperto entre looks muito femininos, com saias esvoaçantes e fendas, com outfits com pegada masculina, como os terninhos usados com camisa fechada até o pescoço. 

dior alta costura 2017

Maria Grazia Chiuri abusou do tema místico para fazer sua estreia na Alta-Costura da Dior, e o cenário já mostrava o mood da coleção: um labirinto com ares de jardim encantado. As modelos levavam máscaras, tiaras com patuás e outros adereços de cabeça. Após iniciar a apresentação com um bloco sóbrio, de alfaiataria e cores mais pesadas, Maria Grazia elencou uma sequência mais suave, com tons claros, vestidos bordados com elementos do zodíaco, tules finíssimos e um clima de conto de fadas. Tudo muito feminino, com cintura marcadas e saias rodadas na altura do tornozelo.

valentino alta costura paris 2017

Pierpaolo Piccioli aproveitou sua estreia solo na Alta-Costura da Valentino para mostrar a riqueza de detalhes dos ateliês romanos. Plissados delicados em tule, bordados finos em prata e silhuetas lânguidas e fluidas deram o tom da coleção, que parecia pronta pra sair dali para uma festa jovem, mas elegante que só. A cartela de cores seguiu o mood que dominou a temporada, doce e suave.

elie saab desfile 2017

Elie Saab sabe como poucos criar um vestido poderoso - desses esvoaçantes, cheios de transparências e bordados mil! E o estilista libanês o fez mais uma vez com maestria. A inspiração foi o Egito e suas divas, e tons que remetem à riqueza, tipo o dourado, foram usados do começo ao fim. Os delicados tules receberam bordados elaborados com temática oriental, indo desde a paisagem do Egito até a caligrafia local. Uau!

chanel haute couture 2017

Karl Lagerfeld, diretor criativo por trás da Chanel, elegeu o tailleur, esse conjuntinho de saia + casaqueto ajustado na cintura, como combo oficial da coleção de Alta-Costura. Ora em opções mais festivas, aberto e com brilho, ora em versão mais office look, fechadinho com camisa, o outfit reinou na passarela. O cinto grosso apareceu em quase todos os looks apresentados e, ao lado dos volumes exagerados, garantiu um ar oitentinha ao desfile. Os tons pastel, em rosinhas, verdinhos e amarelinhos, foi absoluto do começo ao fim.

armani prive paris 2017

A Armani Privé também fez seus vestidos esvoaçantes, caftãs poderosos e capas dignas de red carpet, mas o que amamos mesmo foi a sequência de terninhos e de alfaiataria mostrada na passarela da grife. Calças retas e elegantes, dessas que dá vontade de usar hoje, foram combinadas com blazers alongados de corte impecável. Look de Alta-Costura que pode ir direto para a pastinha de inspirações para um office look elegante e estiloso.

Parece que estamos vivendo mesmo uma desaceleração da moda. Os looks montados e elaborados ficaram para trás e deram vez para cliques de street style mais reais - é só olhar o duo usado por Victoria Beckham, de calça + camisa, simples e chic. Olha só os melhores looks da semana de Alta-Costura:

street style haute couture 2017
Você também vai gostar