Guia dos ativos de skincare: ácido hialurônico, glicólico ou salicílico?

por Inaê Ribeiro

Assim como a vitamina C é altamente conhecida no mundo dos cosméticos, existem alguns ácidos que sempre buscamos nos ativos dos produtos. O principal deles é o ácido hialurônico, mas ainda temos o glicólico e o salicílico, que são altamente poderosos no tratamento da pele. 

Cada ácido possui seus benefícios e características e são elas que irão determinar qual o mais indicado para você e sua pele. Você pode estar em busca de uma hidratação poderosa, de uma esfoliação ou até mesmo algo que irá tratar sua acne e esses três ativos irão te ajudar a tratar cada uma dessas questões. Abaixo te contamos tudo o que você precisa saber sobre o ácido hialurônico e o glicólico e o salicílico, para ter uma rotina de skincare poderosa. Vem ver:

Scatty Lu - ácido hialurônico - ácido hialurônico - verão - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Scatty Lu (Reprodução/Instagram)

ácido hialurônico

Um dos ativos mais conhecidos e amados atualmente, o ácido hialurônico é encontrado naturalmente em nossa pele e tecidos do corpo. Os principais usos e benefícios desse ingrediente são manter a pele úmida e lubrificada, sendo um excelente aliado das peles secas. É o seu poder de alta hidratação e retenção de umidade que o faz ser tão amado.

benefícios

O amor da indústria da beleza e dos consumidores pelo ácido hialurônico é explicado justamente por essa incrível capacidade de reter umidade. A desidratação da pele é um dos principais fatores culpados pelo envelhecimento, por isso esse ativo é essencial para reparar a barreira de umidade da pele.

Além disso, podemos contar com o ativo para reduzir a aparência de rugas e ser uma opção segura para preenchimento de olheiras, lábios e bochechas. Quanto aos cosméticos, outro fator que impressiona no ácido hialurônico é sua rápida absorção e por dificilmente irritar a pele.

Selena Ayala - skincare-cuidados-com-pele - ácido hialurônico - verão - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Selena Ayala (Reprodução/Instagram)

ácido glicólico

O ácido glicólico é um ingrediente antigo no mundo dos cosméticos e ele pode aparecer desde cremes até peelings químicos. Um dos ácidos mais suaves, ele funciona para vários - senão todos - os tipos de pele. Entretanto, quando falamos dos AHAs, o ácido glicólico  é um dos mais fortes, ou seja, ele é potente, porém penetra na pele com mais facilidade, sendo mais eficaz do que o ácido lático ou ácido málico, por exemplo.

benefícios

Além de ser um esfoliante químico, como vários outros ácidos, o glicólico ainda possui outros atributos. O primeiro deles é a capacidade de remover células mortas, resultando em uma pele mais macia e suave. Em seguida, podemos contar com sua eficácia em combater a acne e estimular a produção de colágeno, uma vez que ele trabalha nas camadas profundas da pele. 

Abisola Omole - skincare-cuidados-com-pele - ácido hialurônico - verão - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Abisola Omole (Reprodução/Instagram)

ácido salicílico

Quem lida com a acne com certeza já ouviu falar e testou produtos com ácido salicílico. O ingrediente extraído da casca do salgueiro, é um esfoliante químico chamado beta-hidroxiácido (ou BHA), que funciona aumentando a quantidade de umidade na pele e dissolvendo substâncias que unem as células, o que facilita a eliminação das mesmas que estão mortas. Esse é o principal fator que faz o ácido salicílico ser tão amado por quem tem pele oleosa e com tendência a acne.

Presente em produtos para tratamento de espinhas, esse ativo também é encontrado em limpadores, tônicos, soros e peelings, que podem ser benéficos para a pele por si só. Cada marca irá utilizar o ingrediente de uma maneira e cada pessoa irá encontrar a forma específica para si e seu tipo de pele.

benefícios

Além dos benefícios que já citamos, o ácido salicílico é ótimo para esfoliar a pele morta, estimulando a renovação celular e melhorando a textura da pele. Ele ainda é capaz de remover o conteúdo dos poros entupidos que levam à acne e eliminar também o excesso de óleo, prevenindo cravos, espinhas e reduzindo a inflamação.

Você também vai gostar