PFW DAY THREE

por Catharina Dieterich

Mais um dia de cobertura dos desfiles da PFW para você não perder nada do que rolou de mais legal na cidade luz. Do estrelado fashion show da Balmain à francesíssima Chloé, confira 3 reviews da semana de moda parisiense e já se prepare para roubar os itens trendy da temporada:

Lanvin

lanvin-pfw-runway
Foto: Lanvin SS016

Certa vez Alber Elbaz, o designer por trás da Lanvin, disse que se a roupa não é “usável” não é moda. Recheada de utilitários do dia-a-dia como as camisas que abriram o desfile, a Lanvin apostou em peças básicas com um toque pra lá de descolado. O que se viu até a metade do fashion show foi uma ode aos tons mais sóbrios da cartela de cores em ótimas peças para um look de trabalho como calças e blazer, por exemplo.

Do meio para o fim, paetês, babados e estampas se misturaram diversas vezes em looks tão contrastantes com o começo do desfile que mal parecem da mesma coleção. Mas, que fazem total sentido se voltarmos à quote dita por Elbaz. Apesar de diferentes, são looks “usáveis” inclusive pela mesma mulher que começa o dia no escritório e acaba na festa.

Garanta já o guarda-roupa inspirado nessa coleção da Lanvin:

Chloé

chole-pfw-runway-style
Foto: Chloé SS016

Atlético-chic, esse foi o mood e principal tema do desfile da Chloé, que já abriu com uma modelo usando jumpsuit e saia longa, uma mistura inusitada, mas que super aprovamos! Peças com silhueta bem leve e solta dominaram a passarela como as jaquetas e calças com listras atléticas, as saias de inspiração hippie e os parachute dresses. As cores do arco-íris, e também as da bandeira da Jamaica, apareceram junto de patchworks e estampas que poderiam muito bem ter saído de um festival de música dos anos 90. A atitude tranquila e easy-going da mulher Chloé transpareceu por todo o desfile!

Confira peças que lembram a vibe do desfile acima:

Balmain

balmain-pfw-runway
Foto: Balmain SS016

O desfile da Balmain começou com a nossa brasileiríssima Carol Ribeiro, num look monocromárico laranja bem bold, já mostrando que a mulher Balmain não tem medo de usar roupas fortes e marcantes. Foram mostrados diversos bodysuits em suedecrop tops com amarração ao redor do pescoço combinados com saias, e longos com intrincadas estampas tribais. As cores continuaram fortes: tons terrososverde-esmeralda e azul navy, deixando o branco para o final do desfile apenas. O que mais chamou atenção foram os jeitos de mostrar o corpo de forma criativa e elegante, através das transparências e cortes estratégicos.

Garanta itens com o mesmo mood desse fashion show:

Deixe um Comentário
Você também vai gostar