Por que limpar e arrumar a casa podem diminuir a ansiedade?

por Giulia Coronato

Você sabia que para algumas pessoas o ato de limpar e arrumar a casa pode ter propriedades relaxantes tal qual uma meditação? Se para alguns, as tarefas domésticas são extremamente estressantes, para outros, é o oposto, e tirar alguns minutos do seu dia ou da sua semana para passar um pano no chão ou dobrar aquelas roupas que vivem emboladas num canto do seu quarto, pode diminuir a ansiedade e aliviar um pouco a tensão de nossa mente.

Se você é uma dessas pessoas que sentem prazer em simples atividades, como limpar a sala, ou lavar a louça, saiba que você não está sozinho e existem explicações científicas e psicológicas para isso. Em um estudo realizado pela OfferUp, foi divulgado que 70% dos americanos dizem que arrumar sua casa oferece um sentimento de realização, 61% dizem que os faz se sentirem “bem” e 54% dizem obter um relaxamento a partir da atividade. Mas porque isso acontece? 

-               -               -               -               - https://stealthelook.com.br


Ao arrumarmos nossa casa ou algum ambiente que estava bagunçado, imediatamente temos uma sensação de controle. A vida é cheia de incertezas e cheias de situações que não podemos controlar e é claro que isso nos causa certa ansiedade e angústia. Por isso, sentir que temos controle e domínio em cima de algo, por menor que seja, como a limpeza de nossa casa, pode ser um alívio à nossa saúde mental e também, diminuir a ansiedade significadamente. É fundamental tomarmos as rédeas de nossas vidas e assumirmos responsabilidade e até culpa, por aquilo que temos controle. E o ato de limparmos, pode ser um caminho pra isso e também nos servir como um lembrete de que sim, temos tudo sob controle.

A psicologia por trás disso também pode ser comparativa. Às vezes as pessoas se voltam para rituais, como fazer limpeza, para reduzir o stress de outras partes da sua vida, diz Martin Lang, um antropologista da Universidade Masaryk da República Checa que estuda comportamento ritualístico dos seres humanos. “A mente humana gosta de prever coisas”, acrescenta Lang. “Gostamos de saber o que está acontecendo porque isso nos permite sobreviver e extrair recursos do ambiente.” Quando não temos controle em uma situação ou percebemos que as coisas estão um pouco caóticas e imprevisíveis, é provável que uma ansiedade e uma tensão surjam, o momento que estamos presenciando agora é um ótimo exemplo disso. Isso nos leva ser mais cautelosos e proativos em tentar controlar nosso ambiente para que nenhuma outra surpresa possa aparecer.

Outro fator da limpeza que impacta diretamente em nossa saúde mental é que se há ordem em nossa casa, podemos nos sentir seguros e mais confortáveis para nos mover dentro do espaço, o que pode ajudar a explicar os efeitos de alívio de estresse. Quando limpamos nossa casa, nos movemos e nos comportamos de maneira previsível e geralmente repetitiva. Só isso “já pode ser um mecanismo cognitivo que ajuda as pessoas a lidar com a ansiedade”, pontua Martin. Isso está diretamente ligado à ter uma rotina, por exemplo, para certas pessoas ter horários e atividades repetitivas para fazer cada dia da semana é um caminho certeiro para se sentir em controle de sua própria vida.

It girls - Diminuir a ansiedade - Limpeza - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Foto: (Reprodução/Anouk Nitsche)

Diversas vertentes da psicologia acreditam que o ambiente em que vivemos, assim como nossas escolhas de vestuário, são um reflexo do que está acontecendo no nosso interior e uma extensão de nossa personalidade e de nossa saúde mental. Em nosso subconsciente, a desordem e a bagunça, está diretamente ligada à emoções negativas, como, confusão, tensão, irritabilidade, preocupação e ansiedade. Enquanto um espaço limpo é mais provavelmente ligado à emoções positivas, como a felicidade, calma, sensação de bem-estar e paz interior. Apesar disso variar conforme a personalidade de cada um, é cientificamente comprovado que pessoas que vivem em ambientes desorganizados e caóticos, possuem mais chances de sofrerem de depressão e presenciarem crises de ansiedade.

O ideal, é não viver em nenhum lado da extremidade, e sim encontrar um equilíbro saudável. Em um extremo, a obsessão com a limpeza e a organização também indicam uma saúde mental abalada. Medo de germes e contaminação, obsessão com ter as coisas em certas posições e limpeza excessiva, podem ser sinais de transtorno obsessivo-compulsivo. Enquanto no outro extremo, pessoas que se sentem completamente confortáveis vivendo em meio a bagunça, pode sinalizar uma baixa quantidade de serotonina no organismo e ser um dos sintomas iniciais da depressão. 

Então, caso você esteja se sentindo angustiada, como se não tivesse o controle da situação e vive constantemente a mercê do Universo e do destino, tente dar um primeiro passo e comece arrumando sua cama toma manhã, guardando as roupas que saíram da lavanderia, não deixando a louça acumular e mantendo seu ambiente sempre organizado e harmônico. As vezes isso vá te relaxar como nunca e vai te dar essa noção de controle que nós tanto apreciamos. 

It girls - Diminuir a ansiedade - Limpeza - Outono - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Foto: (Reprodução/Anouk Nitsche)

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar