PUSH - compre agora seu ingresso

Precisamos Falar Sobre: Queda de Cabelo e Calvície Feminina

por Carol Carlovich

No começo de Junho, nosso grupo do whatsapp da firma (sim, ele existe!) explodiu quando a Manu, nossa co-founder, desabafou despretensiosamente sobre uma questão que, como viríamos a descobrir, era motivo de preocupação para a maioria de nós. O assunto causou rebuliço não apenas entre as look stealers, mas também nas redes sociais do STL, e foi aí que percebemos que a queda capilar e a calvície feminina precisavam entrar na nossa conversa.

Os relatos - tanto nossos quanto de leitoras - eram muito parecidos entre si: enfraquecimento, quebra e a perda de quase uma peruca por banho. E aí, o que fazer? Nosso time entrou em contato com duas vozes importantíssimas quando o quesito é a saúde dos fios e que poderiam tirar todas as nossas dúvidas (que vocês também nos enviaram) sobre o assunto. Dr. Leandro Copetti - nosso cirurgião plástico parceiro, estudioso e incrível - e o Instituto LACES, que está fazendo o maior sucesso em São Paulo, especialmente por conta dos seus tratamentos especializados na saúde dos fios - se disponibilizaram a entrar na conversa e bater um papo rápido, mas super completo e informativo com a gente. Precisamos falar sobre queda de cabelo, e começamos AGORA: 

queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Existem duas grandes divisões na pesquisa do motivo de queda de cabelo e sua evolução para calvície nas mulheres: motivos locais ou motivos sistêmicos. A tração dos folículos em penteados, uso de química e até infecções no couro cabeludo são as causas locais mais comuns, porém menos frequentes e mais fáceis de serem resolvidas (retirar o motivo da agressão ao folículo). Os motivos sistêmicos são os mais comuns e mais difíceis de serem diagnosticados, alguns casos podem ter relação com a variação de níveis hormonais, porém a grande maioria não têm uma razão clara que justifique a queda.

LACES: As causas podem ser inúmeras: Falta de nutrição, ferritina baixa, deficiência de vitaminas e minerais, hormônio em desequilíbrio, queda pós parto, pós cirúrgico, após um desgaste emocional, após doença, stress e até mesmo uma febre muito alta pode ocorrer queda de cabelos. 
A calvície feminina pode também estar relacionada a questões hormonais, questões hereditárias, ou momentos de stress. 

Para identificar, o ideal é sempre ir a um endocrinologista, que pode pedir alguns exames de sangue para identificar se o organismo também se encontra em equilíbrio ou se tem deficiência de algum elemento importante, em conjunto com um profissional capacitado que cuide da saúde do couro cabeludo, parte essencial para controle da queda.
queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: A alimentação é essencial para o desenvolvimento saudável do cabelo. O organismo é inteligente, ele sabe que cabelo é algo não essencial para sobreviver, logo, esse será uma das últimas estruturas na qual o organismo vai investir tempo e recurso caso haja alguma privação de nutrientes e vitaminas. Primeiramente, ter uma adequada ingestão de proteínas é essencial, já que o cabelo é feito quase unicamente desse componente (queratina). Em segundo lugar, sabemos que elementos como vitamina A, biotina e ferro têm papel importante na saúde dos fios, porém não são de longe os únicos.

LACES: A Alimentação tem muita relevância, já que os cabelos utilizam o excedente da nutrição para manter os fios saudáveis. Quando temos uma dieta pobre em nutrientes e hábitos não saudáveis (como uma vida sedentária, por exemplo), fica difícil ter um aporte extra, o que resulta em enfraquecimento dos fios, falta de brilho, falta de densidade. As vitaminas fundamentais para ter um cabelo saudável são a Vitamina A, complexo B, C , D, biotina, minerais Zinco, magnésio. 

queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Depende do problema. Às vezes a boa e velha modificação de hábitos alimentares resolve 100% do problema. O importante é investigar aonde está o problema naquela pessoa naquele momento. Não existe uma fórmula única que possa ser seguida por todas pessoas que estão com queda capilar ou já com a calvície instalada. Existe bastante inovação nos casos que exigem transplante, como a técnica fio a fio, até mesmo realizada por robôs, por exemplo.

LACES: Hoje existem inúmeros tratamentos para queda de cabelos, uns mais invasivos outros menos invasivos. Por exemplo, o PRP "Plasma rica em plaquetas", microagulhamento, mesoterapia são alguns dos tratamentos com excelentes resultados. Mas hoje o que mais se valoriza é o tratamento através do equilíbrio da saúde interna e controle do stress. O equilíbrio do microbioma capilar é algo com muitos estudos e com muita eficiência contra a queda capilar.

Por isso no Laces fazemos um tratamento completo para o equilíbrio dos cabelos, que é o Multivitaminas, que faz desintoxicação do couro cabeludo e fios, equilíbrio do microbioma, com devolução de nutrientes de forma localizada, e cuida de processos inflamatórios, o que ajuda com a queda de cabelos, equilíbrio da oleosidade, dermatite e psoríase.

queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Em casa pode ser usado xampús e tratamentos localizados com loções que estimulem o crescimento de cabelos, especialmente se existe alguma doença no couro cabeludo que possa estar contribuindo para a queda. No consultório, abrimos mão de estímulos mais intensos como microagulhamento, drug delivery e fotoestimulação. O microagulhamento é uma técnica aonde se faz estímulo com dermaroller ou aparelho similar do couro cabeludo para estimular a circulação sanguínea da região e o “depósito” de fatores de crescimento. Também é usado como um método de abertura de canais para a administração de ativos, que chamamos de drug delivery, que penetram mais profundamente do que se somente fossem aplicados na pele. e fotoestimulação. A fotoestimulação é quando usamos estímulos de luz (LED, laser, etc) para estimular a circulação sanguínea na pele. Muitas vezes a queda de cabelo está associada a uma diminuição da circulação do couro cabeludo, e esse tratamento foca nesse componente do problema.

 
 
queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Infelizmente existem muitos casos aonde não se consegue identificar uma causa específica que esteja causando a queda ou até a calvície, chamamos de alopecia androgenética, como o nome diz, tem componente genético importante. Nesses casos, o que fazemos é procurar terapias que funcionem para aquela pessoa afim de retardar ao máximo a evolução e algumas vezes recuperar o crescimento. Porém, são tratamentos que exigem manutenção constante para manter o resultado. Exemplos:Uso de medicamentos tópicos, uso de medicamentos orais, estímulo local do couro cabeludo com medicamentos, plasma rico em plaquetas, microagulhamento, etc

LACES: Se ela esta relacionada ao stress, muitas vezes é bem mais problemático de se cuidar porque não temos controle sobre isso. Porém muitos tratamentos que equilibram o sistema de forma focalizada, devolvendo o equilíbrio local, (com vitaminas, minerais, redução da inflamação, equilíbrio do microbioma) têm um ótimo efeito. Caso a causa também seja o stress, é sempre importante ter um momento de conexão com o eu interior, para avaliar o motivo do stress e controlar as emoções. O famoso "beleza de dentro pra fora" engloba não apenas nutrição e alimentação do organismo, mas também a nutrição com bons pensamentos, que curam a alma. 

queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Biotina pode ajudar se a falta dessa vitamina for um dos motivos da queda, caso contrário, existe pouca evidência que melhore em pessoas sem esse problema. Colágeno definitivamente não ajuda. Se a falta de proteína for o problema, colágeno seria a fonte mais difícil de conseguir esse aporte à dieta.

LACES: A biotina é fundamental para a formação dos fios e o colágeno para boa saúde externa e espessura da pele do couro cabeludo, por isso é muito importante o equilíbrio destes dois elementos para manter uma boa saúde dos fios. Quanto ás quantidades, é sempre aconselhável consultar um médico para ele poder avaliar sua real necessidade de cada um doa componentes.

queda capilar - calvície feminina - cabelos - beleza - cuidados

Dr. Leandro Copetti: Te respondo com outra pergunta: quantos nadadores ou esportistas aquáticos nas olimpíadas são calvos? A maioria que vi são bem cabeludos e cabeludas. ;-)

LACES: O cloro pode ressecar os fios, mudar as cores dos fios e ate atuar na “quebra” dos cabelos, mas na queda não tem influência.

 

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar