STEAL THE LOOK | SHOP - ACESSE!

Todos Os Estilos de Cabelo Que Já Tive (e Seus Prós e Contras)

por Bruna Lys

Boatos de que o cabelinho desta look stealer que vos fala recebe várias mensagens quando aparece pelo instagram do STL: alguns pedidos para saber mais sobre o corte, outros sobre como deixá-lo arrumado do jeito que eu deixo... Bom, é claro que pedido de leitora, para nós, é uma ordem e com muito carinho venho aqui compartilhar com vocês um pouco, não apenas sobre o meu corte de cabelo atual, como também, de algumas outras fases que já tive. Garanto: tem estilo pra quase tudo que é gosto, rs.

Eu, Bruna Lys, aquariana com ascendente em aquário, sou a louca por inovar o visual e meu cabelo sempre foi meu grande aliado nestas missões. Sou o tipo de pessoa que ao mesmo tempo em que está apostando em um novo corte, mentalmente já está planejando o seguinte, rs! Eu nunca tive muito apego pelas madeixas e isto me ajudou bastante a curtir super bem cada "fase capilar" (se você é o oposto, calma que irei falar mais sobre isso!). Fiz um compilado dos meus cortes e seus respectivos prós e contras, para te ajudar a encontrar algum dos possíveis visuais que poderão ser o próximo da sua lista e dar aquela dose extra de coragem que faltava! Já deixa fácil o número do cabeleireiro ai, pois a chance de ligar marcando a ida ao salão, após esta nossa conversa, pode ser alta! Vamos nessa:

banner - banner - banner - banner - banner

Este estilo foi o que mais prevaleceu ao passar dos anos. A inspiração daquele cabelo de sereia foi meu objetivo por muito tempo e para dar esse toque ainda mais summer fui clareando em mechas. O comprimento chama a atenção e assumo que era um visual bem safe para mim. O corte era em V com as pontas levemente desfiadas para dar mais leveza e movimento aos fios.

Prós: o visual é um clássico, nunca sai de moda e o comprimento dá muitas possibilidades para estilizar e fazer penteados.

Contras: embaraça muito, demora mais para secar e requer ainda mais tratamento ao cabelo para manter sua saudabilidade e beleza. 

Dica: eu amo aquele estilo messy hair e nesta fase quase sempre eu dormia de tranças para, no dia seguinte, acordar com o cabelo maravilhoso, cheio de movimento e textura.

banner - banner - banner - banner - banner

Bem após o estilo cabelão, me rendi ao corte chanel com ponta. A impressão foi de ter perdido uns bons quilos e que a cabeça estava muito mais leve hahaha. A estrutura do look também fazia uso da pegada mais desfiada e essa mudança radical foi muito pela vontade de renovar o visual e por uma ação de doação das mechas para uma instituição que confecciona perucas para pessoas com câncer que eu me comprometi a participar. É o combo perfeito para não desistir de mudar o look (inclusive, se motivar ainda mais): ter uma nova versão visual de você mesma e ao mesmo tempo poder contribuir para alguém também se sentir bem com si próprio.

Prós: facilidade para pentear, zero pontas duplas e muita leveza!

Contras: falta de costume temporário (para quem tem cabelo grande) e impasses para prender o cabelo.

Dica: com este corte, meu produto chave eram as pomadas modeladoras. Eu passava um pouquinho na palma da mão, esfregava e dava uma amassadinha nas pontas dos fios e pronto! Parecia algo bem mais produzido, mas na verdade era um truquezinho super simples que dá aquele ar despojado perfeito.

banner - banner - banner - banner - banner

Minha aposta ao long bob médio foi resultado estratégico do meu corte anterior, o cabelo chanel deu uma crescida e já acertei as pontas para entrar neste corte. Uma base mais reta e muito baby liss!

Prós: o comprimento já facilita mais para penteados com cabelo preso, sem pesar muito.

Contra: os nós já ficam mais frequentes...

Dica: Se seu objetivo, após este corte, for deixar o estilo avançar para um comprimento mais longo, mantenha os cuidados diários e trate quinzenalmente de forma mais profunda para fortalecer os fios e evitar pontas duplas. Quem não quer um crescimento super saudável, né?

banner - banner - banner - banner - banner

Cansada do tempo de transição do comprimento médio para o longo, eu queria muito mudar o estilo e, desta vez, para algo diferente de tudo que já tinha feito... O que eu fiz: raspei metade do cabelo! Expressei ao máximo esse mood bem street que tanto amo e optei por uma lateral sem nada! E ainda brincava de mês em mês lançando um risquinho ou dois para dar uma estilizada a mais.

Prós: estilo total e versatilidade pela possibilidade de mostrar ou esconder a parte raspada.

Contra: é um corte que não dá muita opção se você enjoa fácil do estilo, pois leva um tempo para crescer e igualar ao resto do comprimento.

Dica: se você também gosta desse estilo mais street aposte mais nos raspados que não sejam retos. O meu iniciava no meio da cabeça, quase como uma divisória certinha ao meio do cabelo, mas ganhava uma angulação em que terminava na lateral da nuca.

banner - banner - banner - banner - banner

Esta categoria, de fato, não é sobre um estilo específico, mas precisamos falar sobre este período se você está com vontade de um corte mais radical. No meu caso, a tal da "fase temporária" que denominei, foi no período em que decidi parar de raspar a lateral e preparar o cabelo para algo novo. Considerem este período antes de assumirem qualquer corte, para garantirem ciência total e nada de arrependimentos!

Quando raspei a lateral eu já pensei em duas possibilidades pós aquele visual: ou eu igualaria todo o meu cabelo e ficaria com o cabelo super baixinho a, quem sabe, careca ou aceitaria o tempo de crescimento dessa parte mais curta até a primeira oportunidade de igualar todo o cabelo. Escolhi a opção dois e, mesmo com total noção, confesso que cansa um pouco ver seu cabelo crescendo e ficando totalmente diferente do resto... Mas a benefício próprio, fui realizando diversas manobras para ir diversificando o penteado enquanto o tempo passava (e você pode fazer o mesmo!): usei o cabelo jogado para o lado fingindo que nem existia uma parte mais curta, deixava as vezes o cabelo divido ao meio, também fingindo que não havia half shaved nenhum, e quando o comprimento ficou ruim de disfarçar, fiz tranças de raiz na tal lateral em crescimento (alô tererê, sdds!).

banner - banner - banner - banner - banner

O cabelo da ex parte raspada foi crescendo até que na primeira oportunidade renovei o estilo novamente: igualei todo o cabelo e revelei o corte mais curtinho da minha vida! Me joguei no estilo bem retão e assumi meu liso escorrido. Manu Gavassi e Dua Lipa foram minhas grandes musas inspiradoras e se engana quem acha que este corte exige muito esforço para mim - o escolhi justamente por toda a praticidade que ele com esse meu cabelo de característica mais oriental, poderiam me proporcionar juntos.

Prós: seca muita rápido, penteia fácil e economiza muito no shampoo e condicionador (hahahah).

Contra: quando prende o cabelo muitos fios escapam, deixando quase nada preso, rs.

Dica: quando quero deixar o look ainda mais moderno e simétrico, passo chapinha do meio até a ponta dos fios para deixar um alinhamento bem perfeitinho e sem perder o pouco e mínimo voluminho natural na raiz.

FOLLOW US ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar