Tudo o que você precisa saber sobre máscaras de LED

por Giulia Coronato

A novidade que dominou o skincare e a rotina de diversas celebs, divide opniões e deixa todo mundo curioso com os seus benefícios. A máscara de LED é um procedimento que emite luzes e promete estimular a criação de colágeno, previne a pele contra acne, rugas e ajuda a amenizar melasmas e cicatrizes.

Existem diversas variações de cores do LED e cada uma tem um benefício diferente e é específico para um tipo de pele.

Ficou curiosa e está querendo testar? Calma! Nós entramos em contato com o Dr. Leandro Copetti para tirar todas as possíveis dúvidas sobre o assunto. Vem ver: 

It girl - Roupão - Skincare - Inverno - Street Style
Foto: Violet Grey (Reprodução/Instagram)
-            -            -            -

"O tratamento médico com LED é conhecido como LLLT (Low Level Light Therapy), ele foi desenvolvido originalmente para o tratamento da dor em feridas cirúrgicas aonde foi constatado que alguns pacientes também tinham a melhora da cicatrização nessa região. Essa melhora é conseguida porque algumas frequências de luz conseguem ativar e equilibrar células responsáveis pela inflamação e controle de colágeno durante a cicatrização. Os tratamentos padrões que são comprovados cientificamente que funcionam são realizados em consultório ou hospital com uma máquina específica que consegue atingir os níveis de energia e tem os tipos de luz específica para que realmente haja efeito."

-            -            -            -

"A maioria das máscaras de LED que existem no mercado de beleza não apresentam as características e informações necessárias para saber se são comparáveis com o tratamento médico com aparelhos profissionais. Procurei informação sobre as 5 mais vendidas nos Estados Unidos e nenhuma das marcas tem informações sobre que onda de luz usam, a intensidade delas, a energia entregue por cm2 ou outros parâmetros que são necessários na indicação e escolha de aparelhos. O benefício real das máscaras é questionável. Talvez a cor da luz possa influenciar o humor da pessoa que o utiliza pela cromoterapia, fora esse benefício é difícil citar outros."

-            -            -            -

"Normalmente, as máquinas com LED de uso NÃO profissional são feitas para causar o mínimo de problemas ou reações adversas possíveis. Acredito que sejam raros os efeitos colaterais na pele. Existe o risco que alguns equipamentos podem sobreaquecer e emitir luz UV, causando queimaduras na pele. Dito isso, os pacientes que mesmo assim insistem em comprar uma máscara dessas, eu aconselho ficar longe dos que têm luz azul e roxa, já que podem causar problemas oculares e tem maior chance de emitir raios ultravioleta."

Bella Hadid - Roupão - Skincare - Inverno - Street Style
Foto: Bella Hadid (Reprodução/Instagram)
-            -            -            -

"A função do tratamento com LED profissional médico é acelerar cicatrização, melhorar dor e inflamação de acne que são condições agudas, ou seja, para ser realizadas por um período determinado de curto tempo. Existe protocolos de melhoria da pele, porém, como o estímulo é fraco, também é o tempo de permanência do resultado. Se não for estabelecida uma rotina de tratamento contínuo, o resultado é perdido ao longo do tempo."

-            -            -            -

"Ele é estudado e comprovado que existe melhora na dor local em procedimentos cirúrgicos ou cortes, acelera a cicatrização, diminui o inchaço da inflamação e existe melhora discreta no aspecto da pele com início de envelhecimento e também em alguns casos de queda de cabelo."

-            -            -            -

"Não existe idade mínima para o tratamento."

It girl - Roupão - Skincare - Inverno - Street Style
Foto: Byrdie (Reprodução/Instagram)
-            -            -            -

"Em padrões técnicos a cor não é o fator que influencia a indicação. Usamos o comprimento de onda da luz para determinar qual a função que ele tem nas células. Por exemplo, o comprimento de onda de 830mm é associado com uma melhora do fluxo sanguíneo. Esse comprimento de luz é quase infra-vermelho, ou seja, a maioria das pessoas não conseguem nem ver essa luz."

-           -           -           -

"Os protocolos que existem variam de duas vezes por semana até diariamente por 12 semanas. Reforçando que esses são os tratamentos médicos com aparelhos de LED que tem quase 2 metros de altura e pesam dezenas de quilos, não as máscaras vendidas para uso cosmético."

It girl - Jaqueta - Skincare - Inverno - Street Style
Foto: Byrdie (Reprodução/Instagram)
-            -            -            -

"Acredito que seja melhor consultar especialistas em rejuvenescimento da pele, acne e cicatrizes (dermatologista ou cirurgião plástico) para que haja uma indicação precisa de tratamento da queixa (com ou sem uso de LED)."

Deixe um Comentário
Você também vai gostar