9 tendências dos anos 70 que queremos voltar a usar nos nossos looks

por The Look Stealers

Todos os anos nos perguntamos "qual será a próxima aesthetic que vai dominar as passarelas e o street style?", bom a nossa aposta para 2022 é de que nós veremos muitas tendências dos anos 70 por onde quer que a gente passe. Franjas, xadrez, estampas florais e bandanas são só algumas que nós podemos listar agora. Além, claro, de alguns dos nomes dos maiores ícones de estilo daquela época como Bowie, Vivianne Westood e Jimi Hendrix.

Bom, nós temos duas opções para adentrarmos na década de 70, ou nós adaptamos as peças para os dias de hoje, ou nós simplesmente podemos apostar no vintage e "roubar" alguns looks dos nossos pais. Faça a sua escolha e mergulhe com tudo na era mais plural, cheia de inovações e hippie que já existiu na história da moda.

E para descobrir quais tendências são essas, vamos fazer uma viagem no tempo e relembrar quais as tendências dos anos 70 que eram uma febre naquela época e que nós já estamos querendo usar nos looks de hoje em dia:

a volta dos clássicos

Blanca Miró Scrimieri - calça xadrez, blaxer xadrez e botas - tendências dos anos 70 - inverno - em pé encostada na cadeira - https://stealthelook.com.br
Foto: Blanca Miró Scrimieri (Reprodução/Instagram)

No meio de tantos turbilhões de estilos, as peças clássicas deram um jeito de viver seu retorno triunfal para os anos 70. Com a chegada das mulheres ao mercado de trabalho, Yves Saint Laurent colocou seu olhar refinado nas roupas do dia a dia e o resultado foram peças com ótimos acabamentos e boa qualidade. Ternos, trench coats, muita caxemira e seda tomaram conta do início da década de 70 e o "retorno ao clássico" se mostrou uma tendência duradoura, já que a procura por roupas simples e elegantes persiste até hoje.

franjas

Leandra Cohen - jaqueta de franjas marrom e calças jeans - tendências dos anos 70 - Inverno  - em pé na casa  - https://stealthelook.com.br
Foto: Leandra Cohen (Reprodução/Instagram)

Um dos símbolos de estilo da era hippie, não era difícil ver Jimi Hendrix e outros artistas daquela época com jaquetas franjadas e calças boca de sino. As franjas estão voltando aos poucos para os dias de hoje e com certeza já queremos adapta-la nos nossos looks. 

lenços e bandanas

Annabel Rosendahl - jaqueta branca, calça jeans e lenço na cabeça - tendências dos anos 70 - Inverno  - parada na rua - https://stealthelook.com.br
Foto: Annabel Rosendahl (Reprodução/Instagram)

Mais uma das tendências dos anos 70 vindas diretamente da era paz e amor, os penteados com lenços e bandanas tiveram um grande impacto do multiculturalismo - quando os hippies e outros grupos da contracultura passaram a adotar e valorizar a estética de países não-ocidentais. Ou seja, roupas e acessórios da Índia ou Extremo Oriente foram adotadas no dia a dia. 

estampas psicodélicas

Laura Eguizabal - conjunto de estampa psicodélica - tendências dos anos 70 - Verão - foto na frente do espelho - https://stealthelook.com.br
Foto: Laura Eguizabal (Reprodução/Instagram)

Essa padronagem está voltando desde o ano passado com o boom do tie dye. Texturas multicoloridas, cores vibrantes, desenhos excêntricos e abstratos fazem parte desse dossiê de tendências e são um reflexo da pandemia - depois de tanto tempo usando pijamas e moletons, tudo o que mais queremos é voltarmos a nos expressar com visuais coloridos e alegres, não é mesmo? 

glam e disco

Kelly Augustine - vestido roxo brilhante - tendências dos anos 70 - Verão - em pé na casa  - https://stealthelook.com.br
Foto: Kelly Augustine (Reprodução/Instagram)

Também conhecida como "Glitter", essa estética foi muito associada ao rock e foi o primeiro estilo a inaugurar no pódio das tendências dos anos 70. O visual glam era definido pela androginia de Bowie e pelo brilho e carisma de Donna Summer. Além disso, plumas e maquiagens coloridas também eram um must. E se a volta do clássico foi definida pela procura do minimalismo, aqui, o excesso é sempre mais! Escolha seu time e conta pra gente, qual desses dois estilos você quer adotar em 2022?

estampas florais

Yolande Macon - vestido floral e botas de animal print - tendências dos anos 70 - Verão - em pé na casa  - https://stealthelook.com.br
Foto: Yolande Macon (Reprodução/Instagram)

E quem disse que não havia espaço para o romantismo nas tendências dos anos 70? Contrastando com todo o maximalismo da era glam, a pegada mais nostálgica das estampas florais e mangas bufantes veio para provar a pluralidade daquela década. Lógico que o floral já se tornou um clássico e que não se trata mais de apenas uma tendência passageira, porém, como qualquer estampa, ela também passa por picos de relevância durante os anos, e para 2022 nós queremos muitas roupas florais.

tamancos de plataforma

Sofia Coelho - calça xadrez e tamancos de plataforma - tendências dos anos 70 - Verão - sentada na rua - https://stealthelook.com.br
Foto: Sofia Coelho (Reprodução/Instagram)

Polêmicos, os tamancos de plataforma já estão dominando até os visuais mais casuais. Adotado na era glam, as botas e sandálias com solados super altos marcaram toda uma geração - e pasmem, essa tendência não é somente da década de 2000. Adotados por bandas como o Kiss, a plataforma também é uma das nossas maiores apostas para o próximo ano.

calças flare

Solène Oj - look all jeans - tendências dos anos 70 - verão - em pé na escada - https://stealthelook.com.br
Foto: Solène Oj (Reprodução/Instagram)

Pode respirar aliviada, querida leitora, pois as calças boca de sino - ou flare -, eram conhecidas pela sua cintura extremamente alta e boca mais larga, ou seja, completamente o oposto da tendência da cintura baixa. E se você não é adepta da moda Y2K, então pode apostar e ser muito feliz com a boca de sino.

a estética punk

María Bernard - saia xadrez, meia arrastão e botas - tendências dos anos 70 - Verão - em pé na rua - https://stealthelook.com.br
Foto: María Bernard (Reprodução/Instagram)

O movimento de contracultura punk também fez parte da década de 70. Meias arrastão, minissaia xadrez, botas e couro fizeram parte do visual de um grupo que era visto como "rebeldes e antissistema". 

Você também vai gostar