As mudanças em nossa relação com a beleza

por The Look Stealers

No último ano muitas mudanças aconteceram em nossas vidas. Seja na rotina de skincare ou na maneira de trabalhar, viver uma pandemia que exigiu cuidados que antes não havíamos, realmente transformou os nossos hábitos. Situações que faziam parte da nossa rotina diária perderam espaço por não fazer mais sentido e novos assuntos e maneiras de enxergar as coisas surgiram. É a partir disso que começamos a questionar padrões de hábitos que antes nos cercavam e até mesmo a nossa relação com a beleza foi afetada. 

A necessidade do uso de máscara, o home office, o distanciamento social, abriram o questionamento se a gente realmente gosta e precisa usar maquiagem todos os dias, se uma pele bem hidratada e cuidada não é o suficiente para nos sentirmos bem com a nossa imagem. Os produtos de beleza ainda contribuem e fazem parte da construção de autoestima de diversas mulheres, mas será que a maioria não fazia isso apenas por acreditar ser necessário? 

ANDREW GALLIMORE - make colorida - relação com a beleza  - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: ANDREW GALLIMORE (Reprodução/Pinterest)

Já tem um tempo que temos nos questionado sobre o “novo normal”, sobre como será a vida quando todos estiverem vacinados e ser novamente seguro estar em convívio com outras pessoas. Os nossos hábitos voltarão para o que era pré-pandemia? Quais os novos costumes permanecerão? Porque sim, muitas práticas que desenvolvemos durante esse período continuarão presentes em nossas vidas. Depois de tantos questionados decidimos investigar o que muda em nossa relação com a beleza e o que permanece. 

O uso constante de máscara é uma das ações que mais impactaram na nossa relação com a beleza.  Algumas pessoas desenvolveram maskne - a acne causada pela máscara-  e um item que sempre foi presente da história da maquiagem perdeu seu espaço, o batom. A boca marcante já não tem mais o mesmo lugar em nossas prioridades quando o assunto é make e a atenção foi toda para os olhos. Para entender quais foram as mudanças ocorridas nesse período, o que permanece e o que muda é necessário um conhecimento de análise de tendências, por isso conversamos com a WGSN, empresa líder em tendências de comportamento e consumo, para entendermos o que esperar dos próximos meses e anos. 

Studio Courtenay - sombra verde - relação com a beleza  - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Studio Courtenay (Reprodução/Pinterest)

_mudanças na maquiagem

Após longos períodos de estresse e medos, o ser humano está em busca de duas coisas: "desejar uma vida mais calma e fácil ou voltar o olhar para o glamour e exuberância", segundo Luiza Loyola, Account Manager da WGSN. Após o último ano reclusos em casa, sem poder utilizar a moda e maquiagem como forma de expressão, a tendência é de que a maquiagem seja cada vez mais uma ferramenta de criatividade e auto expressão.

"O consumo on-line aumentou na pandemia e a necessidade de busca pelo glamour e beleza movimentou o crescimento do uso de makes poderosas, cores vibrantes e texturas inusitadas, e não apenas como uma questão estética e sim pela necessidade do escapismo", explica Luiza. A região dos olhos, incluindo o design de sobrancelhas, foi a região que mais recebeu atenção, devido ao uso de máscaras. O uso dessa proteção tende a se manter como cuidados com a saúde e higienização, logo, a atenção aos olhos na maquiagem continuará em foco nos próximos anos. 

ANDREW GALLIMORE - soap eye browns  - relação com a beleza  - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: ANDREW GALLIMORE (Reprodução/Pinterest)

aumentará a busca por eficiência e eficácia nos produtos de beleza, com uso de produtos híbridos que misturam categorias

Por outro lado, como falamos, há quem busque pelo natural, e uma tendência não invalida a outra. Com as restrições das idas aos salões de beleza e clínicas estéticas, há o crescimento da valorização da beleza simples e natural. 

Os procedimentos estéticos para muitas mulheres são vistos como uma prisão e uma regra que tinham que seguir, mas que não gostavam. O fato dos salões de beleza estarem fechados foi visto como uma libertação para elas. A relação com a beleza se baseia na valorização do natural, uso de cabelos grisalhos, que por muito tempo foram escondidos, deixar de fazer as sobrancelhas, manicure, química no cabelo são algumas das mudanças que aconteceram. 

Por aqui já falamos sobre a tendência de skinimalismo e as rotinas de cuidados com a pele mais simplificadas, e a previsão segunda Loyola é de que elas evoluam, unindo frugalidade e design sustentável. Aumentará a busca por eficiência e eficácia nos produtos de beleza, com uso de cosméticos híbridos que misturam categorias reduzindo a necessidade de um nécessaire com vários itens. As vantagens estão na diminuição e no tempo fazendo skincare, além é claro, da redução no desperdício de embalagens. 

ANDREW GALLIMORE - make clean pele negra - relação com a beleza  - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: ANDREW GALLIMORE (Reprodução/Instagram)

__mudanças na beleza

Sempre associamos o momento de skincare como o tempo para relaxar e esse vínculo gera a ideia de que são os produtos de beleza que nos trazem paz e alegria, com o momento de estresse intenso, cresce o interesse e importância dessas funções. Luiza Loyola analisa que a nossa relação com a beleza será redefina juntamente com o mercado, que terá maior ênfase na segurança, higiene e eficácia do que no estilo. Estar em casa fez os consumidores questionarem os seus hábitos em relação ao que é importante e ao meio ambiente, fomentando o desejo de se envolver com marcas mais responsáveis.

Essa mudança de valores aumentará o interesse em passar mais tempo ao ar livre, em contato com a natureza, logo aumentarão as buscas por produtos que fornecem proteção contra raios ultravioleta, poluição e diferenças climáticas. Essa é uma das mudanças em nossa relação com a beleza, os cuidados com o sol previnem os sinais de envelhecimento já que as pessoas vão perceber ainda mais que a exposição solar uma das maiores causas de rugas e manchas.

os alimentos básicos estão também se tornando ingredientes de beleza

Outra mudança prevista por Loyola é com relação à uma região do rosto que antes não possuíam atenção e agora crescem os cuidados, a área do pescoço e maxilar. Hoje, passamos muito tempo com queixo para baixo, olhando para nosso reflexo nas telas, o que antes não era presente em nossa rotina, já é realidade em consultórios dermatológicos e em cirurgiões plásticos aumento na demanda por reparos nessas áreas, como papadas ou pescoços enrugados. "A promessa para 2021 é a procura por produtos e aparelhos que tratem essas áreas de uma maneira eficiente, mas que possam ser feitos em casa", conta, "produtos como máscaras hidratantes que cobrem também o rosto e o colo, máscaras feitas especialmente para essa área e faixas redutoras que trazem o efeito firmador e lifting irão ganhar popularidade". Além disso, serão desenvolvidas máscaras de LED como as hoje usadas para tratamento do rosto também para essas áreas. 

Considerando o aumento do interesse em produtos que sejam bons tanto para a saúde quanto para o planeta, o desejo por ingredientes naturais e uma abordagem holística para o bem-estar, se tornam uma nova tendência e os alimentos básicos estão também entram no universo da beleza. A procura por produtos que tratam a pele profundamente causa o aumento da procura por fórmulas feitas com frutas e vegetais, principalmente porque cresce também a quantidade de pessoas que adotam estilos de vida plant-based. Loyola afirma que existem alguns ingredientes que serão destaque tanto para os cabelos quanto para a pele. A cebola ganha função no tratamento dos cabelos, beterraba como forte antioxidante, cenoura para a pele, mamão é um ótimo esfoliante e o brócolis hidrante.

Adwoa Aboah - maquiagem rosa - relação com a beleza  - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Adwoa Aboah (Reprodução/Pinterest)

Seguir as tendências de mercado está muito mais relacionado a encontrar o que faz sentido para a população. Como dissemos, há espaço para todas as mudanças que já ocorreram e que irão ocorrer e uma pessoa pode desejar utilizar as cores fortes da maquiagem como uma maneira de expressão, mas também acreditar em um consumo de produtos que tratam a pele por completo.

Cabe a cada pessoa entender o que realmente atrai e funciona para o seu estilo de vida, encarando todas as mudanças de uma maneira respeitosa com a própria saúde e o meio ambiente.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar