STEAL THE LOOK | SHOP - ACESSE!

Como cuidar do seu cabelo em casa (e ter o resultado de salão)

por Giovana Marcon

No mundo ideal, todas nós iríamos ao salão para cuidar dos cabelos todos os dias. Mas no mundo real, esse privilégio é para poucas e temos que nos virar do melhor jeito possível em casa mesmo, no maior estilo DIY. A boa notícia é que é possível ter madeixas lindas e hidratadas cuidado em casa e sem precisar estourar o cartão com idas ao salão de beleza!

Para isso acionamos dois especialistas em cabelos, a tricologista Dra. Ana Carina Junqueira e o Dr. Damiê De Villa, dermatologista do renomado Kurotel. Preparamos um questionário com as principais dúvidas que temos na hora de lavar, hidratar e secar os cabelos sozinhas e eles desvendaram tudo para nós! O caminho para você conseguir resultado de salão em casa é por aqui, então anote tudo:

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Segundo a Dra. Ana Carina, é preciso sim repetir o shampoo durante a lavagem. Independente do tipo de shampoo (transparente ou cremoso), a capacidade de limpeza é realizada apenas na segunda aplicação do produto. Durante a primeira aplicação, somente a gordura mais externa é removida, a que está fora da cutícula do cabelo. Apenas na segunda aplicação que é removida a gordura que está na cutícula do fio. Dessa forma a limpeza será efetivamente feita.

it-girl - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Reprodução/Instagram (@gisou)
lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Dra. Ana Carina diz que é muito importante o tempo de ação e o PH dos produtos. O shampoo possui um PH para que a adstringência seja feita. Já a máscara e o condicionador possuem um PH emoliente (para amolecer os fios). É necessário começar pelo shampoo e terminar no condicionador justamente por conta disso, primeiramente o fio precisa ser limpo para que depois receba o condicionador, deixando o fio mais hidratado.

Outra questão importante a ser comentada é o tempo de ação dos produtos. Para que uma máscara capilar tenha sua real função, o tempo mínimo é de 15 minutos. Caso contrário, sua aplicação será similar a de um condicionador.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

O Dr. Damiê De Villa diz que a frequência de hidratação dos fios varia de pessoa para pessoa, e até mesmo dos tratamentos que são utilizados nos fios. Cabelos muito secos ou danificados devem ser hidratados uma vez por semana, já os cabelos normais a oleosos podem ser hidratados a cada 15-20 dias.

Cheyenne Maya - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Cheyenne Maya (Reprodução/Instagram)
lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Dois fatores precisam ser analisados, segundo Dra. Ana Carina: o couro cabeludo e a fibra capilar. Algumas pessoas possuem o couro cabeludo oleoso e a fibra capilar (comprimento dos fios) seca. Ao escolher a máscara ideal pensamos mais na fibra capilar, ou seja, essa é a análise que cabe na decisão do produto, uma vez que a máscara não deve ser aplicada no couro cabeludo.

E o Dr. Damiê completa que cabelos muito danificados pedem máscaras de reconstrução capilar, o que não deve ser utilizado em fios que não estejam nesse estado pois esses produtos normalmente darão aspecto de peso com fios duros e sem movimento. Nos outros casos pode ser utilizada máscara específica para o seu tipo de fio.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Além de hidratar o condicionador tem a função de ser emoliente, deixando o fio mais macio e fácil de pentear. O cabelo embaraçado e molhado ao ser penteado é altamente suscetível a quebra - quando ele está emoliente o risco de quebra é menor, diz a Dra. Ana Carina. Porém, dependendo do seu tipo de cabelo, o Dr. Damiê diz que ele pode não ser tão necessário: se seu cabelo for curto e oleoso, não existe a necessidade de uso diário do condicionador, por exemplo.

Manuela Bordasch  - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Manuela Bordasch (Reprodução/Instagram)
lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

O leave-in hidrata o fio, mas seu papel mais importante é o de filme protetor, conseguindo proteger os fios dos danos externos: poluição, calor, sol, entre outros fatores. Além disso, o leave-in sela as cutículas e protege o cabelo de perder a hidratação feita anteriormente, conta a Dra. Ana Carina.

it-girl - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Reprodução/Instagram (@gisou)
lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

A Dra. Ana Carina afirma que não, a melhor técnica a seguir é a que está no rótulo do produto. Não há necessidade de diluir os produtos, lavar de cabeça para baixo, ou coisa do tipo. A única necessidade é seguir aquilo que está descrito no rótulo. 

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

O uso de um leave-in com proteção térmica antes de qualquer secagem, ou aplicação de calor já minimiza em até 50% dos danos no cabelo. Outra dica da Dra. Ana Carina é usar os aparelhos em temperatura média, não há necessidade de usar a maior temperatura e isso pode evitar até 90% dos danos.

Negin Mirsalehi - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Negin Mirsalehi (Reprodução/Instagram)
lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Depende do seu tipo de cabelo. Para cabelos oleosos não há problema algum em realizar limpeza diária, explica o Dr. Damiê.

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering

Segundo Dra. Ana Carina, não, eles não danificam os fios. Os melhores sprays a serem usados são os que possuem silicone que, além da fixar, são mais emolientes. Quanto menos forte for a fixação, também é melhor para o fio. Uma grande dica para retirar o produto é iniciar a lavagem com o condicionador, pois ele remove a “cola” do fixador.

Uzy Nwachukwu - cabelo - cabelos - verão - street-style
Foto: Uzy Nwachukwu (Reprodução/Instagram)

FOLLOW US ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar