Pele seca e pele desidratada, qual a diferença?

por Cherry Gloss

Qual é o seu tipo de pele? Desde pré-adolescentes, nos deparamos com essa pergunta, e a resposta normalmente gira em torno daqueles 4 padrões definidos pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, que são:

Pele normal: textura saudável e aveludada, produzindo sebo em quantidade adequada, sem excesso de brilho ou ressecamento;

Pele seca: poros poucos visíveis, pouca luminosidade e maior propensão à descamação, vermelhidão, e ao aparecimento de pequenas linhas;

Pele oleosa: aspecto mais brilhante e espesso, por causa da produção de sebo maior do que o normal, com poros dilatados e maior tendência à formação de acne, cravos e espinhas;

Pele mista: aspecto oleoso e poros dilatados na zona T (testa, nariz e queixo) - podendo inclusive apresentar acne nesta região - e seco nas bochechas e extremidades.

No entanto, qualquer um desses padrões pode sofrer com a desidratação, já que esse não é um tipo de pele, e sim, uma condição causada pela falta de água na pele. Sim, é isso mesmo: você que tem a pele oleosa também pode estar sofrendo de desidratação sem saber!

Pele seca - Pele seca e pele desidratada como cuidar - Cuidados com a pele  - Inverno  - home office  - https://stealthelook.com.br
Foto: Pinterest (Reprodução)

Enquanto a pele seca é caracterizada pela baixa produção de sebo, a pele desidratada é causada por uma falta de água, e essa desidratação pode ser provocada por uma série de fatores: dieta desbalanceada, viagens frequentes, sono com má qualidade, medicações, e até fatores ambientais. 

_prepare-se, o inverno está chegando!

Com a chegada das estações frias e secas, essa condição de pele desidratada tende a piorar. Por isso, vale ficar atenta ao aspecto que ela apresenta.

Mas afinal, como fazemos para saber que a nossa pele está sofrendo de desidratação? Tente notar se aquela sensação de pele “repuxada”, desconfortável, “dura” e até com descamação, que às vezes aparece quando usamos um sabonete ou um ácido muito agressivo, começa a surgir no dia-a-dia, mesmo depois de você hidratá-la. Isso pode ser sinal de que sua pele está com um estoque baixo de água.

Saúde da Pele  - Pele seca e desidratada qual a diferença - Pele Hidratada  - Inverno  - Life style  - https://stealthelook.com.br
Foto: Pinterest (Reprodução)

Como são duas situações diferentes, separamos aqui algumas dicas e produtos tanto para quem está com a pele desidratada quanto para quem tem a pele seca. Mas antes, é importante deixarmos claro que nenhuma indicação daqui substitui uma consulta com seu dermatologista para ter orientações pessoalmente, ok?

_pra quem está com a pele desidratada

Você já deve ter ouvido essa dica umas 1.128 vezes (só hoje), mas não custa repetir: BEBA ÁGUA! E não, aqueles 15 copos de cafés por dia não contam ok? Aliás, o café é super diurético, e pode estar piorando a hidratação do seu corpo.

Em relação aos produtos, o mais importante é apostar em cosméticos com substâncias umectantes e hidratantes, que são aquelas que contêm água em sua formulação, e também que ajudam a atrair e reter a água na pele.

Exemplos: glicerina, aminoácidos, ácido hialurônico e aloe.

_pra quem tem a pele seca

de cosméticos adstringentes e aqueles com ingredientes que ressecam e deixam a pele irritada, como álcool e fragrâncias por exemplo. Abrace os produtos que possuem emolientes como óleos vegetais, ácidos graxos (ômega 6 e 3) e lipídios (como as ceramidas), em sua composição. Esses emolientes têm a finalidade de suavizar, amaciar ou tornar a pele mais flexível e diminuem a perda transepidérmica de água, mantendo adequado o nível de umidade na camada mais superficial da pele.

Busque termos como “gentil” e “reparador” em seus produtos, e fuja daqueles com promessas como “efeito matificante” e “oil free”.

Você também vai gostar