Sobre hábitos, costumes e tempo: 7 formas de criar um hábito e mantê-lo

por Giulia Coronato

Há alguns anos atrás, quando me encontrava em um momento um tanto quanto sem rumo da vida, onde não sabia direito o que queria e vivia tomando decisões erradas, me indicaram o livro "O Poder do Hábito". Eu sei, nesses momentos a primeira coisa que nossos amigos e familiares fazem, é nos indicar um livro de autoajuda, na esperança de virar alguma chavinha dentro da gente e de mudar completamente nossa vida e nosso mindset. Infelizmente, na maioria das vezes, isso não acontece. Mas no meu caso, aconteceu.

A primeira vez que li "O Poder do Hábito", há 5 anos atrás, minha vida mudou. Acredite, eu não estou exagerando ou tentando te convencer a comprar o livro, apesar de achar que ele é um investimento para a vida toda. O que quero com isso, é falar sobre a importância dos hábitos em nossa vida e o melhor, te mostrar como criar um hábito e mantê-lo.

Você provavelmente nunca parou para pensar, mas há dezenas de comportamentos dos quais dependemos todos os dias, que são na verdade, hábitos. Dos mais simples, como colocar pasta de dente em sua escova, até os mais complexos, como tirar o carro da garagem, todos esses blocos de comportamento que viemos fazendo todos os dias desde que nos conhecemos por gente, resultam em hábitos. Coisas que fazemos sem muito esforço, sem pensar. Pense por exemplo, quando você começou a dirigir, o ato de tirar o carro da garagem, demandava muito esforço e energia, mas hoje é algo completamente corriqueiro e habitual. 

Os hábitos surgem em nossa rotina, porque nosso cérebro está constantemente buscando maneiras de poupar esforço e energia. "Se deixado por conta própria, o cérebro tentará transformar quase qualquer rotina num hábito, pois os hábitos permitem que nossas mentes desacelerem com mais frequência." Diz Charles Duhigg, escritor de "O Poder do Hábito" e jornalista estadunidense. Esse instinto que temos de poupar esforços, traz enormes vantagens. Ao pararmos de pensar ou nos esforçar tanto pensando em comportamentos e atividades básicas, podemos dedicar nossa energia naquilo que realmente importa.

Além disso, quando convertemos uma atividade em um hábito, ela se torna frequente e fácil de ser feita diariamente. Por exemplo, acordar cedo. Apesar de ser difícil no começo, a partir do momento que isso vira um hábito em nossa rotina, ela é feita sem esforço e sem gastar muita energia cerebral. Viu como é super benéfico criar um hábito?

Entender a relevância e a importância de criar bons hábitos é fácil, o difícil é por em prática. Implementar um novo comportamento em nossa rotina e transformá-lo em um hábito, demanda muito tempo e esforço. A boa notícia é que existem dicas e formas infalíveis de se criar um hábito, formas que foram apresentadas em "O Poder do Hábito" e que hoje, eu trago aqui pra você:

Giulia Coronato - Hábitos - O poder do hábito - Primavera - Em casa - https://stealthelook.com.br


_trace seu objetivo

O primeiro passo para criar um hábito é ter um objetivo muito claro. Por exemplo, "quero correr uma maratona de 50km daqui 1 ano", a partir do momento em que você traçou seu objetivo é muito mais fácil saber como alcança-lo e o que você deve fazer para isso. É importante que seu objetivo seja bem específico, portanto, ao invés de "quero correr todos os dias" prefira: “quero correr 20 minutos todos os dias”. Quanto mais seu objetivo estiver especificado, mais fácil será incorporá-lo à sua rotina até que ele se torne um hábito.

_se apaixone pelo processo

É claro que queremos alcançar o objetivo final, é de lá que partimos e é lá que queremos chegar. Mas, mais importante do que romantizar e idealizar o objetivo final é se apaixonar pelo processo. Criar um hábito demanda esforço e tempo e é um processo constante, logo, se conseguirmos tirar algum prazer disso, a tarefa será muito mais fácil e o resultado virá antes do planejado. Algo que ajuda muito é ao invés de se mentalizar, por exemplo, correndo uma maratona, se imagine treinando todos os dias para isso. Esse pensamento, fornecerá a certeza de que passo a passo chegaremos no objetivo. 

_esforço + tempo

Como dito anteriormente, criar um hábito demanda esforço e tempo. Não é algo que acontece da noite pro dia. Não se cobre para conseguir incorporar algo na sua rotina rapidamente, isso só irá causar ansiedade e frustração. Já comece os passos iniciais tendo em mente que isso irá demandar tempo e esforço. Em 1960, o cirurgião Maxwell Maltz definiu que para criar hábitos, eram necessários 21 dias de execução constante. Mas, a University College de Londres realizou uma série de estudos que comprovaram que na realidade, são necessários, em média, 66 dias para criar um novo hábito em nossa rotina.

_elimine excessos de opções

Os hábitos que temos surgem porque nosso cérebro está constantemente buscando maneiras de poupar esforços e "economizar" energia. Tomar decisões, por mais simples que sejam, demandam esforço e energia, por isso, segundo o professor Robert C. Pozen, da Harvard Business Review, nós devemos identificar e "rotinizar" ao máximos os aspectos de nossa vida, para que possamos economizar energia para manter uma disciplina. Por exemplo, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama criou o hábito de sempre usar ternos da mesma cor. “Eu tento eliminar decisões”, explica, “não quero tomar muitas decisões sobre o que vou comer ou vestir, porque tenho muitas outras decisões a tomar".

_grandes objetivos, pequenos passos

Ter um grande e específico objetivo é essencial para a criação de um hábito, mas, segundo o livro "O Poder do Hábito" devemos balancear essa grande meta, com pequenos passos. Seu objetivo deve ser a grande meta que você deseja alcançar algum dia, enquanto os pequenos passos são o mínimo de trabalho que deve ser feito diariamente para ajudar os grandes objetivos a se tornarem realidade. Como por exemplo, correr 20 minutos por dia para daqui um ano, alcançar o objetivo de correr uma maratona. 

_tenha uma recompensa

Nosso cérebro funciona muito na dinâmica, esforço X recompensa. Ao nos esforçamos e alcançarmos aquilo que queríamos, sentimos a necessidade de receber uma recompensa por isso. E tudo bem! O único alerta aqui, é para que sua recompensa não supere ou sabote o novo hábito criado. Por exemplo, caso você consiga correr 20 minutos por dia, durante uma semana, se dê uma recompensa de acordar um pouco mais tarde ou comprar aquele tênis que você tanto queria e não caia na cilada de se dar de recompensa, um dia longe de seu hábito, estragando todo o processo. 

_mantenha, seu eu do futuro irá te agradecer.

É isso. Hábitos são criados a partir de constância e esforço, por isso, mantenha. Não largue mão ou desista depois de um mês. Agora pode parecer como um esforço ou até um sacrifício desnecessário, mas não é! Seu eu do futuro ficará extremamente grato à você e sua disciplina. 

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar