7 coisas que você precisa saber antes de planejar seu intercâmbio por Jéssica Lobo

por The Look Stealers

Hey, look stealers! Eu sou a Jéssica Lobo, atriz, influencer e apaixonada por conhecer novos lugares, pessoas e culturas. E estou aqui hoje a convite do the coolest office in town para contar um pouco sobre a minha experiência morando na Irlanda e claro, dar dicas valiosas que aprendi sobre intercâmbio.

Meu sonho de morar fora do Brasil por um período veio dos mil filmes pop adolescente que eu assistia quando mais nova, como "Sabrina vai à Roma", "Lizzie Mcguire" e bom, qualquer filme da Mary Kate e Ashley Olsen - alô, Ali! - Eu tinha o sonho de viajar para fora do país com minha melhor amiga pra estudar, aprontar altas confusões e fazer uma sequência de troca de roupas com uma musica pop de fundo. Risos.

Quando eu cresci, saí da faculdade e a vida adulta chegou, e aí eu pensei que esse sonho tinha ficado para trás também. Mas foi em Março quando resolvi tomar coragem e me aventurar nesse mundo, e então comecei a organizar a minha viagem e a escolha do país. Eu não queria nenhum lugar parecido com o clima do Brasil, mas isso eu conto melhor ali embaixo!

Em Junho eu estava entrando no avião rumo ao meu novo lar - que seria por alguns meses -, e não sabia o que o futuro me reservava. Depois de meses morando aqui, decidi trocar a passagem de volta para o Brasil e ficar até Maio de 2020. Estar hoje na Irlanda realizando esse sonho é incrível!

Queria voltar pra little Jess do passado e dar umas dicas pra ela se jogar nessa aventura, mas como ainda não inventaram uma máquina do tempo eu vou passar pra vocês! Vem saber tudo o que ando aprontando por aqui:

-       -       -       -

Estou tendo a oportunidade de conhecer pessoas do mundo todo e de todas as idades. Nunca é tarde para viver uma experiência dessas. As historias são diversas, desde o cara que tirou 1 mês de férias do trabalho e veio atrás de um mini curso até uma mãe de 3 filhos que depois dos 60 resolveu ficar 6 meses fora pra aprender inglês.

-        -       -        -

Muitas pessoas acham que para fazer um intercâmbio tem que chegar já sabendo falar o inglês na ponta da língua. O que se parar pra pensar não faz muito sentido porque você está vindo justamente para isso!

Desde que cheguei aqui na Irlanda eu conheci mais gente que não sabia falar nada e veio com a cara e a coragem, do que pessoas que já sabiam falar alguma coisa. A vantagem é que em último caso, não é muito difícil achar brasileiros aqui, mas na hora todo mundo consegue se comunicar!

-        -       -       -

Na moral, só vai! Vai viver o seu próprio "comer, rezar e amar" - versão badass 2.0 -. Eu vim sozinha para um país que eu não conhecia ninguém, viver uma experiência só minha e posso falar? A MELHOR ESCOLHA DA MINHA VIDA!

Mudar dá medo? Claro que dá! E dá um friozinho na barriga de sair tanto da zona de conforto? Sim, mas que experiência! Te contar que é até mais legal ainda porque você acaba ficando mais aberta para fazer novos amigos.  Quando vai ver você está falando com o motorista, com o padeiro, com a velhinha da rua, com o pessoal na escola, e logo já tem um grupo para fazer noite de jogos.

A grande vantagem de viver uma experiência dessa é a imersão. Você fala em meses o que você não fala em anos (mesmo juntando todos as lyrics das suas músicas favoritas 5mil vezes e os diálogos pro espelho) e é uma ótima oportunidade de fazer amigos de tudo quanto é lugar do mundo! 

-       -       -       -
Eu decidi começar um diário no primeiro dia da viagem, e hoje ele é meu grande companheiro de aventuras.
Uma semana antes de viajar chagaram umas caixas no apartamento da minha mãe, e achei em uma delas um diário antigo de quando eu tinha 12 anos. Fiquei fascinada com o tanto de coisa que estava ali e que eu não lembrava. Coisas do meu dia a dia. O quanto eu vivi intensamente aquelas emoções que hoje eu mal tenho lembranças. 
 
Como eu vim sozinha é óbvio que tem dias que eu tenho saudade, que eu quero desabafar com alguém ou que eu só quero eternizar, e ter um diário para fazer isso da outra vibe.
 
E eu coloco de tudo lá, às vezes é o recibo do restaurante que fui com uma amiga, às vezes é uma folha na rua, outras é só um desenho quando eu estava entediada na aula. Estou até com calinho no dedo já de tanto escrever, ou seja, melhor terapia e super recomendo!
Não vejo a hora da Jess do futuro abrir e relembrar essa experiência com esse ponto de vista... Aff culpa de touro e câncer no meu mapa astral que me deixa muito romântica - risos!
-       -       -       -

Sem querer ser a louca das listas, mas nesse caso funciona, tá? Saber o que você está procurando vai te ajudar muito a entender qual o melhor intercâmbio pra você. Vou dar 3 exemplos:

1- Eu queria ir pra algum lugar que não tivesse o mesmo clima que o Brasil, mas também não queria virar picolé - a Australia foi eliminada aqui e o Canadá também. Era importante pra mim estar num lugar que eu sentisse as estações mudando. Agora estou pegando o Outono aqui e fico emocionada de ver as folhinhas caindo no quintal.

2- Que coubesse no meu budget! Então descobri que a Irlanda além de muito barata em comparação com outros destinos europeus, também te permite trabalhar meio período enquanto estuda, ou seja, ainda ajuda a dar uma recuperada no investimento. Alias é o que muita gente faz quando vem pra cá e ainda te ajuda mais ainda treinar o inglês, né?

3- Um país que me permitisse viajar e conhecer mais países por perto! Aí não teve jeito mesmo, a Irlanda ganhou. Tem passagens promocionais para toda a Europa aqui o tempo todo. Para você ter uma ideia, sempre acho Londres por 10 euros, Amsterdam por 30 euros... Sem contar o quanto aqui é um país lindo e cheio de lugares fofos para visitar. Dá para planejar viagens incríveis durante o curso!

-       -       -       -
Não é um bicho de 7 cabeças, e se eu que não sei nem fazer planilha consegui planejar o meu, tu consegue também! Óbvio que a vida adulta cheia de responsabilidades e trabalhos engole a gente, mas é super possível planejar um intercâmbio, nem que seja por pouco tempo.
 
Quando eu comecei pesquisar eu não sabia quase nada sobre. Ir para fora do país para ficar MESES? "Isso é coisa de Kardashian, meu amor.. não tem como.." -, mas a verdade é que existem mil pacotes de cursos rápidos até os mais intensivos de inglês ou vários voltados para áreas especificas. Inclusive, você pode ir pagando antes.
 
Na minha escola por exemplo (queria mandar um beijo pra minha escola maravilhosa <3 Seda College) mesmo que você feche para daqui 1 ano o seu intercâmbio, você já ganha acesso a todo um material online com mil aulas, exercícios e joguinhos durante esse período para ir treinando enquanto não chega a data de vir. Tem também mil grupos no facebook sobre intercâmbio e védeos incríveis no youtube - amém internet!
-       -       -       -
Pensa na louca do brechó. Pensou? Eu mesma!
Aqui na Irlanda a cultura de brechó é gigante, e você encontra 1 a cada esquina! Para você ter noção, querida, a Ariana Grande estava aqui mês passado e bem fez compras numa vintage store famosinha daqui!
 
Tem as vintage store e as second hand né, que são diferentes. As lojas vintage têm mais uma curadoria e costumam ser mais caras, mas tem a vantagem de achar mais coisas de marcas e peças mais estilosas. Algumas são até famosas no instagram. As second hand são mais estilo brechozão mesmo, e eu gosto muito mais, porque é tipo bazar da igreja. Tudo que tem é doado e o dinheiro vai para alguma causa.
 
E se engana quem pensa que não acha nada legal. Comprei um casaco incrível gigante de oncinha por 4 euros e um moletom da Balmain por 2, sabe.... a vida pode ser linda! haha

Me jogar nessa aventura e viver tudo que eu estou vivendo passando esses meses fora estão sendo transformadores. Não acredito que demorei tanto tempo adiando isso só porque eu nem me dava o trabalho de entender se era uma possibilidade ou não.

Agora me contem, gostaram das dicas? Pra onde vocês têm vontade de fazer intercâmbio? E me sigam pra acompanhar todas as minhas peripécias pela Europa. Beijos, Jess!

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar