Afinal, o que são as comidas afrodisíacas e será que elas realmente funcionam?

por The Look Stealers

Nomeadas a partir de Afrodite - a deusa da Mitologia Grega que representava o amor, a seduação e a sexualidade - as comidas afrodisíacas são alimentos e ingredientes que muitos acreditam ter o poder de aumentar a libido, a potência e o prazer sexual. Ou vai dizer que você nunca ouviu falar que chocolates, morangos, ostras, entre outros podem ter um efeito poderoso em nosso corpo? Historicamente, os afrodisíacos incluíam alimentos bem peculiares em busca do prazer sexual.

Durante a pesquisa de seu livro Intercourses, sobre alimentos afrodisíacos, a escritora Martha Hopkins descobriu que quase todos os alimentos já foram considerados afrodisíacos em algum momento. E que muitas vezes, o que realmente impacta na forma que consideramos comidas afrodisíacas são o local da onde vem, o contexto em que são consumidas e o quão luxosas elas são.  

Mas, será que realmente existem alimentos capazes da dar um up no libido e afetar de forma significativa o desejo e o desempenho sexual? É isso que vamos descobrir hoje! 

It girls - macarrão com lagosta - comidas afrodisíacas - Primavera - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Anna Sarlvit (Reprodução/Instagram)

qual a verdade por trás?

A queda da libido e do desejo sexual podem estar ligado à uma falta de algumas vitaminas e minerais, como vitamina E, Zinco e Selênio, e é aí que entram as comidas afrodisíacas. Que a alimentação tem um papel fundamental na vida e na saúde, todo mundo sabe, e nesse caso não é diferente. Os ingredientes afrodisíacos não vão servir como um super estímulo sexual, e sim repor vitaminas e minerais que estavam em falta. 

A vitamina E, por exemplo, está presente nos ovos e óleos vegetais; o selênio na castanha do pará, nozes, amêndoas, atum, semente de girassol, trigo integral e peixes; e as maiores fontes de Zinco são as proteínas animais, leite e derivados, crustáceos, frutos do mar e também em cereais, nozes e amendoins.

Outro ponto que pode influenciar bastante é a cor natural dos alimentos. Por exemplo, alimentos que são naturalmente vermelhos, liberam adrenalina no corpo, o que também pode ajudar no estímulo sexual, por isso, frutas como o morango, cereja e uvas são considerados comidas afrodisíacas e super sensuais. 

It girls - prato de macarrão e vinho tinto - comidas afrodisíacas - Primavera - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Naomi Anwer (Reprodução/Instagram)

bebidas alcóolicas

Há uma excessão quando falamos que alimentos e ingredientes não proporcionam uma grande boost no desejo sexual, o alcóol. Diversos estudos mostram que o consumo de álcool está ligado a um crescimento da excitação no corpo. Mas, apesar de ajudar no desejo, as bebidas alcóolicas também podem prejudicar o desempenho sexual. O vinho tinto, em especial, tem a fama de estar diretamente ligado à função sexual por causa de seus possíveis benefícios à saúde do coração, já que ele é um vasodilatador, ativa a circulação e estimula pela cor e sabor. 

It girls - prato de macarrão, comida italiana - comidas afrodisíacas - Primavera - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Naomi Anwer (Reprodução/Instagram)

A conclusão? Comidas afrodisíacas não passam de comidas saudáveis, e para ter um bom libido e um desejo sexual saudável, você precisa ter uma boa dieta. Nossa dieta pode funcionar como um afrodisíaco por meio de benefícios como um melhor fluxo sanguíneo, um aumento de hormônios e bom humor. A conclusão é que uma dieta saudável com frutos do mar, carnes magras, nozes, frutas, legumes e cereais integrais, o que engloba basicamente todas as comidas afrodisíacas, ajuda na função nervosa, no fluxo sanguíneo e na produção de hormônios. 

E cá entra nós, essa é uma boa notícia, não? Há um certo conforto no fato de que a maioria dos alimentos que ingerimos não têm efeitos colaterais, pois caso tivessem, não seria seguro comê-los regularmente.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar