Como exercitar a criatividade vendo o mundo da minha janela

por The Look Stealers

Em 2013, eu vi um TEDTalk sobre criatividade, mais precisamente a criatividade no sistema educacional, e foi aí que comecei a repensar o jeito que via o assunto. Desde pequena, amo exercitar a criatividade, desenhar e pintar e sempre fui muito estimulada dentro de casa, o meu pai era arquiteto e a gente fazia concurso de desenhos. Quando eu ia correndo mostrar o que tinha feito pra minha mãe, pai ou alguma professora, no meio dos comentários e elogios, escutava “como você é criativa”, logo, conectei criatividade com arte, mas depois dessa palestra percebi que não é bem assim. Ser criativo é criar alternativas, pensar em diferentes soluções e promover o desenvolvimento pessoal.

Estamos em julho de 2020, no meio de uma pandemia, e se antes eu entendia o conceito/características, hoje me deparei com a importância. Durante o dia, fico horas sentada trabalhando na sala e do meu lado tem uma janela que me permite ver a movimentação da rua, por ser no primeiro andar. E com o passar dos dias nesses últimos meses, percebi que as minhas referências diárias estavam ali ou no celular. Houve semanas que o meu celular marcou mais de 75h de uso e comecei a ver que era o resultado do meu consumo por conteúdos prontos ou de horas rolando o feed sem nem perceber o que tava ali e só aumentando a minha insônia. Isso me fez sentir muita estranha e incomodada, porque ao mesmo tempo que me sentia exausta e lotada de informações, também achava não tava fazendo muita coisa, que só via o tempo passar, me perdia nos dias e pensei que isso viraria um ciclo vicioso até o fim da quarentena. Lembrando que o problema não estava em usar bastante o celular, mas sim na maneira que estava usando. 

Gabriela Grafolin - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Vi que estava me afetando no trabalho quando me senti perdida na produção das pautas, meio que fazendo as coisas no automático, não cheguei a pensar que tinha a ver com a criatividade justamente por trabalhar em uma plataforma de criação de conteúdo.

Senti uma enorme necessidade de organizar o cérebro e exercitar a criatividade. Li bastante sobre o assunto e descobri que tudo isso podia ter a ver com a forma que estava estimulando o meu lado criativo no dia a dia e em que momento fazia isso. A minha rotina era acordar, fazer um café, ir pra frente do computador, começar a trabalhar, ter reuniões, fazer uma pequena pausa, voltar a trabalhar, terminar as pautas, pegar o celular, comer algo, tomar banho e dormir, pra no outro dia fazer exatamente a mesma coisa. Definitivamente não estava absorvendo as informações, não prestava atenção direito, precisava mudar os meus hábitos pra viver melhor.

Eu queria e precisava estruturar melhor a minha vida no geral e fiz uma listinha (amo listas) de “coisas que quero aplicar na minha rotina” que, ao meu ver, iam me fazer bem. Fui pesquisar mais sobre cada um dos objetivos que escrevi e pedir ajuda das minhas amigas para alcançar alguns deles. Inclusive, aqui vai uma dica: falar com amigas que você admira e percebe que tem um dom pra algo específico ajuda demais, por exemplo, a Ali sabe organizar MUITO bem o tempo dela e eu precisava disso, a Giu me ajudou a começar a fazer exercícios - que era uma das coisas que eu estava tentando recomeçar há bastante tempo - e fizemos juntas por FaceTime, também pedi dicas de finanças pra Isa, etc. 

Além disso, achei um Instagram que me inspirou demais nessa jornada, o Hábitos que Mudam (@habitosquemudam), e que me mostrou a importância de uma rotina criativa, principalmente neste momento. Ainda estou em fase de teste, tentando me adaptar a isso, não é algo que você muda da noite pro dia, mas desde que comecei, confesso que o meus dias estão sendo diferentes, estou conseguindo aproveitar mais e voltando a ter interesse nas coisas. O mais importante aqui é saber que você não deve se cobrar tanto em cumprir esses pontos, já que pode ser algo novo para você, lembre: priorizar é tudo e se impor limites também, entenda o seu tempo e confie no seu processo. Caso você tenha se identificado com este texto, aqui tem algumas formas de se manter criativa vendo o mundo da sua janela:

lettering] - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Repense a sua rotina: por estar muito tempo dentro de casa, você acaba fazendo as mesmas coisas todos os dias e não gera estímulos novos para o cérebro. Comece com detalhes simples: se você acorda todos os dias e vai direto pro computador, tente acordar um dia mais cedo, tomar café com calma, se alongar e só depois trabalhar, no outro dia, você pode acordar e fazer algum exercício, conversar com alguém antes do trabalho. São pequenas mudanças no rumo do seu dia. 

Seja curiosa: aproveite o momento que você está vendo uma série ou até mesmo vendo a pessoa que está passando na frente da sua casa e se questione "qual será a história dessa pessoa?”, "como podem ter produzido os figurinos e cenários dessa série?”, etc. Permita-se criar dúvidas aleatórias e solucioná-las de alguma forma, mesmo que você tente adivinhar e depois dê um Google. 

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Desafie a sua mente: saia da sua zona de conforto para que o seu cérebro receba impulsos e você consiga exercitar a criatividade e ter boas ideias. Você pode ler sobre algum assunto que geralmente não leria, aprender a tocar um instrumento ou deixar de fazer algo que está acostumado a fazer sempre.

Tenha momentos de descontração: sabe aquela famosa pergunta "será que eu to vivendo ou apenas resolvendo problemas?”, então, para você não chegar ao ponto de se perguntar isso, você precisa de momentos de lazer sempre que possível, pode ser fazendo o seu skincare diário, vendo um filme ou numa videochamada com a sua amiga, isso permite que a sua criatividade consiga fluir. 

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

Descanse: procure relaxar e oxigenar o cérebro, isso ajuda você a não manter o foco apenas em problemas e situações diárias. Outra dica é valorizar o seu sono, procure dormir cedo para repor as suas energias, deixe que o corpo realmente repouse, ele precisa disso e ajuda você a ter um raciocínio mais rápido.

Você também vai gostar