Dark: vale a pena assistir ou não?

por Giulia Coronato

Desde o dia 27 de junho desse ano, o assunto principal das redes sociais e de conversas via Zoom, foi a tão esperada temporada final da série Dark. Lançada no mesmo dia em que acontece o apocalipse na série, Dark dividiu opiniões ao redor do mundo e se tornou, segundo críticos, a melhor série do Netflix.

Dark é uma série alemã, criada por Baran bo Odar e Jantje Friese, distribuída pela Netflix e assistida ao redor do mundo. Apesar de ter sido inicialmente comparada a "Stranger Things" - a trama de ambas partem do desaparecimento de uma criança - a série ganhou fama por seu enredo complexo e temas envolvendo viagens no tempo e conceitos de física quântica. Em uma votação realizada pelo site Rotten Tomatoes, Dark foi eleita a melhor série da plataforma, vencendo a própria "Stranger Things" e enfrentando a aclamada "Black Mirror" na final.

Após 3 anos e 3 temporadas, Dark chegou ao fim com um final enigmático, explodindo a cabeça de todo mundo. Mas a pergunta que não quer calar é: vale a pena dar uma chance para a série? Nós desvendamos tudo: 

Série - Dark - Netflix - Inverno - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Dark (Reprodução/Netflix)
-             -             -             -             - https://stealthelook.com.br

Poucas coisas são tão difíceis de se explicar igual o enredo de Dark, mas vamos tentar. A série se passa na pequena cidade do interior da Alemanha, Winden e gira em torno de quatro famílias: os Kahnwald, os Nielsen, os Tiedemann e os Doppler. A história começa com o desaparecimento de Mikkel Nielsen, de somente 11 anos e descobrimos um padrão de desaparecimento de crianças e adolescentes na cidade. Mikkel desaparece em 2019 e como num passe de mágica, aparecem em 1986. Apesar de acontecer principalmente em 2019, a história se espalha para incluir os anos de 1986 e 1953 através de viagens no tempo, à medida que certos personagens das principais famílias da cidade descobrem a existência de um buraco de minhoca que permite as viagens no tempo. Durante as temporadas, segredos começam a ser revelados sobre as famílias e suas vidas começam a desmoronar à medida que as conexões se tornam evidentes entre as crianças desaparecidas e as história da cidade e de seus moradores. 

-             -             -             -             - https://stealthelook.com.br

Se tem algo que deixa todo os telespectadores da série Dark de queixo caído, é o elenco e o casting da produção. Como a série se passa em 3 linhas temporais diferentes (2019, 1986 e 1953), vemos os personagem em 3 idades diferentes, e a semelhança entre os atores escolhidos para interpretar cada um é assustadora. O cuidado da produção é imenso, e vemos detalhes como, cor de olhos, pintas e marcas de nascença aparecendo nas três idades, mesmo sendo interpretado por atores diferentes. 

Série - Dark - Netflix - Inverno - Street Style - https://stealthelook.com.br
Foto: Ulrich Nielsen (Reprodução/Netflix)
-             -             -             -             - https://stealthelook.com.br

A trilha sonora da série é responsável pela tenção e pelo senso de suspenso que gira em torno de todo o enredo durante as três temporadas e é outro ponto extremamente cuidado pela produção. A música de abertura “Goodbye”, da Apparat, já dá uma prévia do quão boa e impactante será o resto da trilha. A trilha sonora da série é bem diversificada, e todas as músicas e efeitos sonoros presentes nas três temporadas, parecem conduzir perfeitamente o público para o suspense e drama pretendido. 

-                 -                 -                 -                 - https://stealthelook.com.br

A direção de arte tem um importante papel na construção e na ambietalização de todo o enredo. Além de possuir a difícil tarefa de ambientar 3 épocas completamente diferentes e distantes (são 33 anos de intervalo em cada época), alterando figurinos e construção de cenários, a montagem das cenas é outro grande feito de Dark. Os cortes são precisos e mantém um ótimo ritmo da série, a colorização é impecável, intensificando temperaturas frias/escuras. Mas, o melhor da montagem é quando aparece o split-screen, ou seja, um traço que divide a tela em duas épocas, apresentando os personagens em duas fases distintas, sua infância/adolescência e sua vida adulta.

-             -             -             -             - https://stealthelook.com.br

Dark é uma série difícil, precisa e cuidadosa. O enredo é pesado e para entendermos todos os aspectos e detalhes da produção é necessário redobrar a atenção. Não é um tipo de série que você vai conseguir assistir mexendo no celular ou deixando de plano de fundo em quanto faz outra coisa. Apesar de extremamente confusa em alguns momentos, o enredo da série é surpreendente e viciante, tratando de temas de física quântica de forma real e intensa. A produção é impecável em todos os sentidos, enriquecendo ainda mais a série alemã. 

Veredicto final: SIM! Apesar das possíveis confusões no entendimento da série, Dark vale muito a pena. É uma dessas séries que te faz pensar e se questionar sobre diversos aspectos da vida. É uma produção extremamente rica e ótima para quebrarmos o preconceito com séries e filmes internacionais (que não sejam norte-americanos).

Você também vai gostar