Precisamos falar sobre: botox

por Giovana Marcon

Oi, meu nome é Giovana, tenho 27 anos e já fiz duas aplicações de botox. A primeira vez foi ano passado, com 25.

“O botox é um dos procedimentos mais indicados por ser altamente eficiente no tratamento e prevenção da linhas de expressão, que com o passar do tempo, acabam causando uma "fratura” na pele e se transformando em rugas permanentes.

Essa toxina é um dos componentes mais potentes que existem na natureza! Para o uso em medicina, ele é sintetizado em laboratório e purificado com os mais rígidos padrões de segurança.

Ela causa uma paralisia temporária e reversível nos músculos que são aplicados, dando um aspecto relaxado no rosto dos pacientes e com o tempo traz uma melhoria na pele e rugas profundas.” Afirma o Dr. Leandro Copetti.

Giovana Marçon - botox - beleza - inverno - lettering - https://stealthelook.com.br

Mas, a minha primeira experiência com botox não foi por motivos estéticos. Tenho TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada) e, por causa de alguns sintomas da doença tenho enxaqueca crônica. Por causa do tratamento do TAG, eu já tomava muitos remédios e meu estômago não aguentaria outra medicação para controlar a dor de cabeça. E em um período que as dores se tornaram diárias, a aplicação de botox me pareceu a melhor ideia. 

A enxaqueca não tem causa conhecida e, geralmente, é uma dor latente, incapacitante, acompanhadas de náuseas, vômitos, sensibilidades a luz e também a ruídos. Agora imagine sentir tudo isso dia sim, dia não, tendo que trabalhar 8 horas por dia na frente do computador. Então conversando com meus médicos, decidimos testar a toxina botulínica para tentar aliviar as dores. 

lettering - lettering - lettering - lettering - lettering - https://stealthelook.com.br

O tratamento consiste na injeção de 31 a 39 pontos, nas regiões frontal (testa), occipital (posterior da cabeça), trapézio (ombros), temporal e posterior do pescoço. O motivo do botox ser uma ótima saída pra quem sofre de enxaqueca ainda é um mistério, mas especialistas acreditam que a substância ajuda anestesiando as dores, porque nossos neurônios passam a produzir mais substâncias anestésicas. 

O ponto é que, sim, eu apliquei botox por motivos médicos, mas isso não fez as reações das pessoas serem menos agressivas. “Você é muito nova”, “Mas com essa carinha de bebê pra que precisa de botox?”, “Você não precisa de procedimentos estéticos” e por aí vai. Pra todo mundo que contei que tinha feito, as reações foram como se eu tivesse cometido um crime. Até meus amigos mais “desconstruídos” se chocaram, o que só reafirma o tabu que permeia esses procedimentos. Cheguei até a me sentir mal e nem comentava isso com algumas pessoas para evitar esse tipo de conversa. Imagina então se eu tivesse feito pra prevenção de rugas? O que foi exatamente o que aconteceu um ano depois! O botox me ajudou sim com as enxaquecas, mas também fiquei impressionada com a diminuição de linhas e como minha testa ficou lisinha. Por isso, um pouco mais de um ano depois, decidi fazer a segunda aplicação de botox - e dessa vez puramente por motivos estéticos!

Hoje eu sou a maior defensora do botox (quando usado com sabedoria e parcimônia). Ele aliviou minhas enxaquecas e mais tarde me deu um boost de autoestima que eu estava realmente precisando.

Eu estava em casa, de quarentena, fazendo algumas fotos para posts no Steal The Look e percebi uma marca enorme no meio das minhas sobrancelhas! Rugas! Linhas de expressão! O que não tem absolutamente nada de feio ou errado, mas que, por uma escolha pessoal, quis dar um jeito nelas. 

Então, SIM, hoje eu sou a maior defensora do botox (quando usado com sabedoria e parcimônia). Ele aliviou minhas enxaquecas e mais tarde me deu um boost de autoestima que eu estava realmente precisando. E se você quer minha recomendação, aqui vai: aplique botox pelo menos uma vez na vida para ver como fica! O resultado é reversível, mas, se for positivo, pode ser uma mudança e tanto na sua vida - assim como foi na minha. Seja por motivos estéticos ou médicos (enxaqueca, sudorese excessiva…), a reação das outras pessoas sobre o que você faz com seu próprio corpo nunca deve ser um fator importante nas suas escolhas. Eu tenho 27 anos com carinha de 17 e faço botox com orgulho! E se essa for a sua escolha, lembre-se de procurar um bom profissional (e de ter indicação médica caso seja o caso) e de não deixar a opinião alheia impedir que você faça o que tiver vontade. 

Você também vai gostar