Precisamos falar sobre: cicatrizes

por The Look Stealers

Se você chegou até essa matéria é porque provavelmente tem familiaridade com a palavra do tema de hoje e como o nosso próprio título diz, vamos te contar tudo sobre cicatrizes. Odiada por alguns e indiferente para outros, sabemos que em muitos dos casos essas marcas podem acarretar diversos problemas de auto estima e aceitação, mas antes de qualquer coisa é preciso saber que elas contam uma história - seja de superação, de vivência ou qualquer que seja o motivo -, e elas nunca deveriam ser motivo de vergonha.

Por outro lado, não estamos aqui para ditar se é certo ou errado amar as suas marcas na pele, mas o que podemos te contar é que elas estão presentes na maioria dos corpos. Independente do tamanho ou causa, é preciso saber e entender melhor sobre o assunto e por isso, para falarmos com toda propriedade e informação possível, convidamos o médico dermatologista Dr. Leandro Copetti para nos contar tudo sobre cicatrizes na entrevista abaixo, vem com a gente:

- tudo sobre cicatrizes -      -      -        - https://stealthelook.com.br
Foto: Isabella Fernandes (Reprodução/Behind The Scars)


- tudo sobre cicatrizes - pele -     -      - https://stealthelook.com.br

"Cicatriz é o resultado do processo de recuperação de tecidos após terem sofrido algum tipo de traumatismo, como um corte ou contusão. Quando analisamos essas cicatrizes no microscópio vemos uma rede de colágeno organizada de uma maneira específica. Ela se forma através de diversos processos complexos dentro e fora das células e orquestrado pela nossa biologia."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -      - https://stealthelook.com.br

"O motivo que estamos mais habituados à relacionar com cicatrizes são cortes, arranhões e outras lesões na pele, porém esse processo também acontece em outros órgãos. O processo que “cola" os ossos após terem quebrado também é um processo de cicatrização. A recuperação do fígado após algum tipo de doença também é um tipo de processo de cicatrização."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -       - https://stealthelook.com.br

"Em referência a pele, podemos classificar as cicatrizes em três grupos considerando a qualidade funcional dela no final do processo: normal, atróficas e hipertróficas.

Normal é quando o processo ocorreu de forma esperada e o tecido resultante tem as condições apropriadas para manter os tecidos ligados e a proteção interna do corpo.

Atrófica é aquela que tem um grau de deficiência em uma ou mais características finais da cicatriz, o mais comum é a rede de colágeno ser “fraca" tendendo a formar feridas.

Hipertrófica seria o contrário, quando a cicatriz não entra em um estado de repouso, ou seja, não equilibra a quantidade de colágeno e se mantém em atividade constante, podem crescer em altura e largura."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -       - https://stealthelook.com.br

"Sim, a estria acontece quando existe uma ruptura da derme com a epiderme íntegra (camada superficial). Essa lesão passa pelos mesmos processos que uma cicatriz de um corte."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -      - https://stealthelook.com.br

"Depende do que estamos definindo por “cobrir”: é possível usar maquiagem para camuflar a pigmentação de cicatrizes, por exemplo. Depois de uma lesão sempre haverá uma cicatriz resultante e ela ficará lá para sempre por mais imperceptível que fique; não existe “não ficar cicatriz”. O aspecto final da cicatriz pode, sim, ser melhorado. Trabalhamos em dois aspectos nesse sentido: redução de “volume" da cicatriz e do controle da pigmentação na lesão e na pele em volta da lesão."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -      - https://stealthelook.com.br

"Dependerá da região aonde ela é feita. Regiões do corpo com uma quantidade rica de vasos sanguíneos, como o rosto, tendem a ter um resultado final mais rápido e uma estética final melhor. O processo final da maioria das cicatrizes normais costuma levar quase 12 meses, porém um bom aspecto estético pode acontecer bem antes com cuidados adequados."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -      - https://stealthelook.com.br

"Queimadura são um capítulo a parte na cicatrização. Nesses casos existem muitas variáveis que entram em jogo: que tipo de queimadura foi? Física, química, elétrica? Que profundidade foi? Quanto de área do corpo foi afetada? Quais regiões foram afetadas? Em que grau cada região foi afetada? Etc. Todos esses aspectos devem ser levados em consideração para escolher cuidados que sejam apropriados para que a cicatrização ocorra da melhor maneira possível e em consequência ofereça o melhor resultado estético (e funcional) possível."

- tudo sobre cicatrizes - pele -      -       - https://stealthelook.com.br

“Natural" é um termo extremadamente impreciso e com pouca relevância científica. Não existe uma definição específica desse termo e cada um tem uma interpretação, por exemplo, deixar a cicatriz evoluir sem nenhum cuidado seria um “método natural”, afinal de contas, somente a “natureza" estaria agindo. Com o advento da ciência e da medicina podemos ser mais adequados com os cuidados que podemos oferecer ao nosso corpo. A recomendação para cuidado imediato que é padronizada queimaduras mais comuns no dia a dia (panela, líquido quente, fogo) é esfriar com água corrente sobre a lesão e da pele ao redor para evitar que o calor residual siga “penetrando”, logo cobrir com gaze estéril (ou toalha limpa) e procurar atendimento médico para avaliar o tratamento mais adequado. Não são recomendadas nenhuma das “soluções caseiras” populares, elas podem prejudicar (e muito) a avaliação e o manejo adequado, ou no mínimo, fazer o paciente perder tempo antes de procurar um médico."

- tudo sobre cicatrizes - pele - inverno -      - https://stealthelook.com.br

"É impossível prever se uma cicatriz evoluirá para um queloide. Vamos lembrar que existe uma predisposição genética dessas lesões. Quem não tem história pessoal ou familiar, tem uma chance mínima de desenvolver queloide (que é bem diferente de cicatriz hipertrófica). Em cicatrizes cirúrgicas existem medidas que podem ser feitas para tentar minimizar o risco, porém nunca será zero. Fios adequado, técnica cirúrgica, medicamentos e até radioterapia podem ser usados no tratamento e prevenção de pacientes."

- tudo sobre cicatrizes - pele -     -      - https://stealthelook.com.br

"Depende, vamos colocar o exemplo de uma pessoa com uma má nutrição: nesse caso estará faltando nutrientes indispensáveis para todos os processos naturais do organismo, e dentro desses processos está incluído a cicatrização, logo, ela poderá estar prejudicada. Vamos lembrar que uma “má nutrição” nos referimos a TODOS os casos aonde a pessoa se alimenta de uma maneira inadequada para suas necessidades biológicas: pode ser por falta, pode ser por excesso, pode ser por restrições não suplementadas e/ou acompanhadas. Uma crença popular que não é validada cientificamente é que algum tipo de alimento interferiria na cicatrização; é muito comum, na nossa cultura, pensar assim sobre carne de porco, por exemplo."

- tudo sobre cicatrizes - pele -     -      - https://stealthelook.com.br

"A falta de cuidado (inicial especialmente) é a principal causa. Realizar uma limpeza, analisar tecidos que possam estar “desvitalizados”, presença de algum corpo estranho são questões prioritárias no atendimento inicial. A causa mais comum de prejuízo estético, após o processo de cicatrização estar “bem encaminhado”, é a exposição solar dessa cicatriz, o que estimula a pigmentação da lesão, podendo ficar de cor diferente que a pele ao redor."

Gostou do nosso conteúdo contando tudo sobre cicatrizes? Conta pra gente nos comentários o que mais você gostaria de ver por aqui e quais as suas duvidas sobre o tema.

STEAL THE LOOK ON instagram

Deixe um Comentário
Você também vai gostar