Tudo o que você precisa saber sobre dreadslocks

por The Look Stealers

Os cabelos são parte importante na história das pessoas pretas, são vários os relatos de mulheres com dificuldade em assumirem os seus fios naturais ou com históricos de preconceitos que já sofreram. Os dreadslocks são um dos penteados que mais representam a história dessas pessoas. Muitas vezes associados ao Bob Marley, o penteado na verdade não teve sua origem na Jamaica, como muitos imaginam, mas sim na África e Índia - porém, foi o cantor jamaicano um dos grandes responsáveis pela disseminação dos dreads.

O movimento religioso Rastafari, o qual Bob Marley ajudou a divulgar no mundo todo, é um dos grandes adeptos aos dreadslocks. O movimento iniciou o uso do penteado após o fim da escravidão no país, como uma maneira de afirmação de sua cultura para a sociedade marcada pela colonização europeia e como uma questão espiritual e mental. E é exatamente isso que o penteado representa para muitas pessoas até hoje, um símbolo de resistência.

Paloma Barbiezinha  - dreadslocks coloridos - dreadslocks - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Paloma Barbiezinha (Reprodução/Instagram)

Existem diversos mitos a respeito dos dreadslocks, justamente pelo racismo envolvido na questão. Muitas pessoas acreditam que os dreads são sujos e não são cuidados, o que não é verdade. Para entendermos tudo sobre esse penteado tão forte historicamente, conversamos com a influenciadora Paloma Barbiezinha e ela divide tudo sobre suas experiências com os dreadslocks.

Paloma Barbiezinha  - jardineira jeans - dreadslocks - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Paloma Barbiezinha (Reprodução/Instagram)

_o primeiro contato

Paloma divide que sempre foi fã de mudanças capilares e o seu primeiro contato com os dreadslocks foi ainda na adolescência, quando ela teve contato com o movimento punkrock. Naquela época, os mitos com relação ao penteado eram ainda maiores, conta: “na época existia o mito de que ao fazer dreads você não poderia jamais mudar, e só era possível retornar a estrutura natural do seu cabelo se você cortasse eles pela raiz e deixasse o cabelo crescer novamente”.

Foi esse mito que por muitos anos atrapalhou Paloma a seguir com o desejo de realizar o penteado. Com o passar dos anos, com amadurecimento, início de pesquisas sobre os dreadslocks e com o acesso a salões especializados em cabelos afro, ela aprendeu as diversas possibilidades que o estilo oferece. Então, desde de 2017 ela aderiu aos dreads, e hoje afirma que esse penteado é 100% ela, cheio de cores, alegria e personalidade.

Paloma Barbiezinha  - dreadslocks coloridos - dreadslocks - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Paloma Barbiezinha (Reprodução/Instagram)

_tipos de dreads

Os tipos de dreadslocks são diversos, assim como as cores, eles podem ser pretos, marrons e até mesmo coloridos, os preferidos de Paloma. Além disso, a maneira como eles são feitos também pode modificar, oferecendo resultados diferentes dependendo da técnica utilizada.

_dread de agulha

O tipo mais comum do penteado é realizado com uma agulha de crochê. A agulha é usada para construir o formato cilíndrico unindo as mechas do cabelo.

_dread de cera

Antes do método de agulha surgir, esse era o mais comum. Para fazê-lo o cabelo é entrelaçado em rolinhos e a cera é a responsável por deixar os fios unidos. O ponto negativo é que ele é o mais difícil para lavar o cabelo. 

_dread de linha ou lã

Esse tipo de dreadlocks tem uma ótima durabilidade (cerca de três meses) e a sua base é feita com lã ou linha, depende da preferência da pessoa, sendo ajustada ao cabelo e depois contornada com a lã novamente. Esse é o método que mais se pode ousar nas cores. 

_dread removível

Se você deseja experimentar os dreads mas ainda não quer envolver todo o cabelo no processo essa é a sua opção, já que ele evita a danificação dos fios. Parecido com o dread de agulha, ele também é costurado ao cabelo natural.

_butterfly locs ou dreads borboletas

Por último, o modelo mais recente e que tem bombando, segundo Paloma. Ele realmente oferece um efeito de asas de borboleta e sua construção é feita a partir de algumas mexas que são puxadas com agulha de forma irregular. O penteado é super leve e maleável, perfeito para quem tem couro cabeludo sensível. 

Paloma Barbiezinha  - conjunto amarelo - dreadslocks - outono - brasil - https://stealthelook.com.br
Foto: Paloma Barbiezinha (Reprodução/Instagram)

_cuidados a serem tomados

A manutenção dos dreadslocks deve ser constante e com alguns cuidados específicos, e por isso, a Paloma dividiu com a gente qual a sua rotina de cuidados com o cabelo. Ela utiliza um shampoo anti caspa ou anti coceira uma ou duas vezes por semana, sempre massageando o couro cabeludo de maneira delicada para não prejudicar os fios e o penteado. Depois disso, ela hidrata o cabelo sempre quando lava.

Algumas dicas são essenciais, como sempre fazer a manutenção dos dreads, assim você evita criar resíduos no seu couro cabeludo e evita também a quebra dos fios. Outra dica é nunca dormir ou prender o cabelo molhando, deixando ele secar naturalmente.

Se você ficou animada a testar os dreads o nosso conselho é: vá sem medo! Pesquise sobre a história do penteado e use sua força e beleza para ser símbolo de resistência, e claro, busque sempre inspiração na Paloma.

Deixe um Comentário
Você também vai gostar