Começou a Semana de Alta-Costura e esses são os destaques do primeiro dia

por Barbara Shimada

A gente piscou e a edição de Outono/Inverno 2022/23 da Semana de Alta-Costura já começou com tudo. Não é segredo para ninguém que nós estamos sempre atentas a qualquer novidade ou evento que movimente o universo fashion, e temos que dizer que esse é um dos segmentos que mais nos encanta. Como já te contamos em outras oportunidades, o Houte Couture é conhecido por ser o momento em que os designers à frente desse grupo seleto de maisons possam mostrar todo seu potencial criativo e técnico.

Para essa temporada, as grandes casas de moda mundiais que carregam essa designação, prometem arrebatar ainda mais nossos corações, nos encantar e despertar nosso lado mais lúdico, criativo e fantasioso. A Semana de Alta-Costura F/W 22/23 acontece, como sempre, na cidade luz, Paris, dos dias 4 a 7 de julho. E, por aqui, nós te convidamos a embarcar nessa belíssima viagem para saber tudo sobre os principais destaques do primeiro dia.

Schiaparelli - criação Schiaparelli haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Schiaparelli (Reprodução/Instagram)

schiaparelli

O desfile de abertura ficou por conta da Schiaparelli, uma das marcas mais relevantes e marcantes da atualidade. Conhecida por suas criações exuberantes, muito autênticas e com um toque surrealista, a grife italiana apresentou uma coleção luxuosa e rebuscada, trazendo elementos e técnicas conhecidas no mundo da moda para um patamar absolutamente deslumbrante. O uso de materiais acetinados e veludos, assim como muito volume e as aplicações botânicas florais, traziam um frescor dramático para os modelos. Outro ponto que chamou muita atenção foram as formas empregadas nas modelagens e os drapeados mega trabalhados, que levaram os designs para outro patamar criativo nas passarelas dessa Semana de Alta-Costura, tudo isso com o olhar vanguardista característico da maison. As principais inspirações do diretor criativo Daniel Roseberry, foram uma mistura da autoridade da própria Elsa Schiaparelli, a nostalgia e criatividade de Christian Lacroix, e alguns elementos das suas próprias vivências. Resultando em uma estética romântica, moderna e absolutamente sensual, mas consciente, no sentido de explorar a fixação pelo corpo e suas formas.

Iris Van Herpen - criação Iris Van Herpen haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Iris Van Herpen (Reprodução/Instagram)

iris van herpen

Falou em uma estética futurista, que muitas vezes remonta um visual estranho - no bom sentido - e ‘de outro mundo’, então falou em Iris Van Herpen. Com a coleção intitulada ‘Meta Morphism’, a grife holandesa conseguiu trazer um conceito tecnológico cheio de inovação para um lugar tão tradicional, que é a Semana de Alta-Costura. A dinamicidade e o movimento visual são alguns dos pontos mais marcantes das criações, que tiveram participação dos artistas Casey Curran e Eric Klarenbeek, resultando em formas cinéticas, complexas e, como sempre, revolucionárias. Não é de hoje que a grife, que leva o nome de sua criadora e diretora criativa, aborda o futuro com sua principal temática - a evolução como imaginamos com o passar dos anos -, desde seu começo, há cerca de 15 anos atrás, vem consolidando seu olhar vanguardista na indústria. Para essa temporada, fomos apresentadas a modelos, que além dos aspectos que já citamos, tem elementos do pós-humanismo e das transformações comportamentais, inclusive, o surgimento do metaverso foi uma das influências. A partir dos mitos de Arachne, Narcissus e Daphne, narrados no livro ‘Metamorfoses’ de Ovídio, a estilista tirou sua inspiração principal, desfilando looks que fogem da realidade, mas de forma lógica.

Dior - criação Dior haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Dior (Reprodução)

dior

A relação da Dior com a Haute Couture é inegavelmente intrínseca e intensa. A marca faz parte desse seleto grupo desde a criação deste desejado e importante selo, entregando modelos que tiram nosso fôlego desde então. Tons neutros, em matizes predominantemente mais fechadas, em designs inspirados nas artes da artista ucraniana Olesia Trofymenjo, foram os principais destaques do desfile da grife francesa na Semana de Alta-Costura. Podemos dizer que as criações apresentadas pela marca, que tem Maria Grazia Chiuri à frente, não entregam exatamente um final inovador ou um show super épico, mas destacam os processos, ou seja, o trabalho e o cuidado por trás de cada uma das peças. Em shapes relativamente conhecidos, com elementos como mangas bufantes, cintura marcada, e um caimento estruturado na medida, são empregados ricos bordados tradicionais da cultura da Ucrânia, ressignificando e resgatando o sentimento do que é ser humano na sua mais pura essência.

Rahul Mishra - criação Rahul Mishra haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Rahul Mishra (Reprodução)

rahul mishra

Com uma coleção cheia de brilho, glamour e elementos da natureza, a grife comandada por Rahul Mishra, primeiro designer indiano convidado a estar no hall do Haute Couture, instigou nosso lado mais elemental e fantasioso. A cor dourada um pouco envelhecida esteve presente em grande parte das criações, transmitindo uma sensação luxuosa e nobre, assim como as enormes aplicações florais e os detalhes em formato de folhagens, que trouxeram um ar delicado e marcante. O movimento e a fluidez também são características importantes dos modelos desfiladas, onde, apesar dos muitos ângulos, até as peças mais estruturadas e volumosas entregam um visual orgânico. Além disso, podemos dizer que as criações como um todo tem um certo exagero dramático proposital, como é o caso dos modelos com mangas super bufantes que se assemelham a asas, dos shapes ricos e únicos, dos materiais brilhantes muito poderosos.

Giambattista Valli - criação Giambattista Valli haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Giambattista Valli (Reprodução)

giambattista valli

Lúdico e divertido como sempre, Giambattista Valli trouxe para as passarelas da Semana de Alta Costura F/W 22/23 looks super criativos, coloridos e muito irreverentes. Essa vertente fun elegante é uma das marcas registradas da marca italiana, que explora com propriedade os volumes, formas e texturas das roupas. Os destaques dessa coleção ficam por conta das criações exuberantes e cheias de camadas, feitas em materiais leves e fluidos, mas que ganham um aspecto robusto por conta das texturas, franzidos e muitos drapeados. A coleção é super alto astral e extravagante, e a marca nos transporta para para um universo que mescla glamour, com muito brilho metalizado, plumas, e pedrarias, a elementos com visual romântico e contemporâneo, como mangas bufantes, saias rodadas e laços. Os vestidos em tule, cheios de babados e formas orgânicas, também são presença constante entre as criações do diretor criativo da casa de moda, e, para essa edição, fomos apresentadas a modelos ainda mais expansivos com um certo ar retrô muito reconfortante.

LEIA MAIS:

História da moda: Schiaparelli

Você conhece os diretores criativos das maiores casas de alta moda mundiais?

Você sabe o que é moulage, alfaiataria e statement? Conheça alguns termos de moda

Você também vai gostar