Você sabe o que é moulage, alfaiataria e statement? Conheça alguns termos de moda

por Barbara Shimada

Se você ama e consome moda com frequência, provavelmente já se deparou com algumas palavras que não fazem parte do cotidiano comum, as quais se referem a algum elemento específico da indústria, certo? Embora seja um universo super criativo e muito intuitivo,  sabemos que, assim como qualquer outra área, possui suas nomenclaturas e termos de moda próprios. Mas, a pergunta é: você sabe exatamente qual o significado de cada um deles?

Temos certeza que muitas de vocês já devem saber o conceito por trás de inúmeros termos de moda, ainda mais se estudam ou trabalham com o universo fashion e suas vertentes. Mas, se você faz  parte da parcela de fashionistas que não faz ideia do que estamos falando, temos uma ótima notícia. Hoje você vai descobrir o significado de alguns dos termos mais importantes, e tirar de vez essa dúvida da sua cabeça. Muito bacana, né? Então agora, se ficou curiosa e quer aprender um pouco mais, fique conosco até o final!

Schiaparelli - desfile haute couture alta-costura Schiaparelli - termos de moda - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Schiaparelli (Reprodução/Instagram)

alta-costura

É muito comum que as pessoas imaginem que a alta-costura se refira a todas as grandes grifes de moda mundiais, principalmente as que desfilam nas maiores semanas de moda internacionais. Mas, esse termo de moda é muito mais específico e seleto. É verdade que algumas das principais características do haute couture são a exclusividade, peças feitas à mão e em materiais de exímia qualidade. Porém, não são todas as marcas que podem usar esse conceito em suas criações, uma vez que ele é protegido e controlado pelo Ministério da Indústria francês e definido pela Federação da Alta Costura e da Moda. Primeiramente, a etiqueta precisa atender a algumas regras específicas, como ter um ateliê em Paris, as criações precisam ser feitas totalmente à mão e de forma artesanal, e modelos tem que ser únicos. Algumas das maisons que possuem esse título são, por exemplo, Chanel, Dior, Schiaparelli e Valentino, e elas precisam necessariamente apresentar duas coleções ao ano, com ao menos 35 looks.

Dior - moulage Dior - termos de moda - Inverno 2022 - ateliê - https://stealthelook.com.br
Foto: Dior (Reprodução/Instagram)

moulage

Você provavelmente já pode ter ouvido falar em modelagem plana, mas, e moulage, você sabe no que consiste? Para melhor entendimento, vamos ‘comparar’ as duas, okay? Basicamente, o objetivo é o mesmo, ou seja, construir roupas a partir de moldes, mas a diferença está na técnica empregada. Enquanto a primeira se caracteriza pela construção bidimensional de peças - 2D -, através de linhas e curvas formados a partir de medidas exatas, que resultam em ‘desenhos’ no papel. A segunda, é basicamente o processo inverso, onde os moldes, pences, pregas e todos os elementos da peça são construídos com tecido nos manequins, que remontam a silhueta do corpo humano, e depois são transferidos para moldes planos no papel.

Hannah Louise - t-shirt com jaqueta statement e calça - termos de moda - Inverno 2022 - na rua - https://stealthelook.com.br
Foto: Hannah Louise (Reprodução/Instagram)

statement

Se você é uma leitora assídua, já deve ter visto que nós usamos muito esse termo da moda em nossos conteúdos. E temos que dizer que, por mais complexo que possa parecer, no mundo da moda, statement - que em tradução livre quer dizer ‘declaração’ -, nada mais é do que algo que chama a atenção. Ou seja, uma peça poderosa, cheia de informação de moda ou muito fashionista. Imagine aquele modelo que sozinho tem o poder de levantar qualquer produção e elevar ainda mais o nível dos looks super bem construídos. Então, quando dizemos para apostar em uma jaqueta statement, por exemplo, estamos te incentivando a colocar aquele seu modelo carregado de personalidade e presença.

Alfaiataria - construção de peça de alfaiataria - termos de moda - Inverno 2022 - ateliê - https://stealthelook.com.br
Foto: Alfaiataria (Reprodução)

alfaiataria

Esse termo de moda tem se tornado cada vez mais corriqueiro em nosso dia a dia, ainda mais depois que algumas peças de alfaiataria ganharam um status mais casual. Quando nos referimos a esses modelos, logo vem à nossa mente vestimentas mais elegantes, com bons cortes e visual polido, como sets de blazers e calças com modelagem reta, coletes de botão e camisas. Mas, e se, te dissermos que esse pensamento não está exatamente certo, pois bem, existe uma linha tênue que define o que é ou não alfaiataria, que no caso é quem produziu a peça. Para se encaixar no conceito, a roupa precisa ter sido feita por um alfaiate - diferente do costureiro -, que geralmente faz todo o processo à mão e sob medida. Então, um blazer fabricado por um outro profissional de costura, por exemplo, por mais sofisticado e alinhado que seja, é classificado com uma peça comum.

Marilyn Monroe - vestido vintage Marilyn Monroe Kim Kardashian - termos de moda - Inverno 2022 - aniversário Kennedy - https://stealthelook.com.br
Foto: Marilyn Monroe (Reprodução/Instagram)

vintage

Muitos confundem esse termo de moda com outro bem conhecido, o retrô. No entanto, cada um tem um significado bem diferente do outro. Quando nos referimos a um modelo retrô, falamos sobre alguma tendência ou estilo que revisita o passado, mas na verdade se apresenta repaginada, ou seja, aquelas peças que possuem elementos que lembram visuais antigos, mas que você encontra disponíveis nos dias de hoje. Já o conceito de vintage, se destaca pela data de fabricação e originalidade de uma roupa, em outras palavras, modelos realmente fabricados há anos atrás e que ganharam um status histórico ou sentimental, por exemplo. Um caso de peça vintage que podemos citar para ficar mais claro, é o icônico vestido de Marilyn Monroe, usado por Kim Kardashian no último baile do MET, você certamente se lembra da polêmica, não é?

Renia Jaz - look hi-lo - termos de moda - Inverno 2022 - na rua - https://stealthelook.com.br
Foto: Renia Jaz (Reprodução/Instagram)

hi-lo

O termo de moda hi-lo é a junção de duas palavras da língua inglesa, high - alto - e low - baixo -, e sua proposta é basicamente essa, unir em uma mesma produção, as melhores peças de ‘mundos’ opostos. Sabe aquele visual composto por uma roupa de grife, que geralmente tem um valor agregado alto e uma super qualidade, e por modelos mais simples ou de linhas ‘inferiores’, feitos de algum material comum, pois bem, eles são a personificação do conceito. Sendo assim, a infame, mas muito fashionista, mistura do sofisticado com o popular. Ah, vale dizer que não é só o valor da peça que constitui a estética, o contraste de estilos também é um ponto-chave.

@styleidealist - dress code gala vestido preto e pink - termos de moda - Inverno 2022 - no quarto - https://stealthelook.com.br
Foto: @styleidealist (Reprodução/Instagram)

dress code

É praticamente impossível você nunca ter ouvido falar nesse termo de moda, mas se esse é o seu caso, ou se você simplesmente ainda tem dúvidas sobre seu significado, vamos saná-la de uma vez por todas. Dress code, em português código de vestimenta, nada mais é do que um conjunto de ‘regras’ sociais que determinam qual roupa é mais adequada para cada ambiente e ocasião. É claro que você não precisa engessar o seu estilo ou vestir o que não gosta, aqui o ponto é determinar qual o grau de formalidade é desejável que seu visual transmita. Por exemplo, para um casamento, de acordo com o dress code, faz muito mais sentido usar uma peça elegante e formal, como um set de alfaiataria ou um vestido alinhado, do que modelos muito casuais, como jeans rasgados e moletom. Lembrando que essas não são regras, mas sim sugestões.

Anna Wintour - vestido brilhante - termos de moda - Inverno 2022 - MET Gala - https://stealthelook.com.br
Foto: Anna Wintour (Reprodução/Instagram)

trendsetter

Por último, mas não menos importante, temos um termo que certamente não é muito citado no nosso dia a dia - até mesmo para nós que trabalhamos diretamente com moda -, mas é muito importante e útil. Na verdade, não usamos muito a palavra trendsetter em si, mas as ferramentas que ela representa fazem parte do cotidiano, não só de quem atua no universo fashion, mas sim para todo mundo que busca inovação. Um trendsetter é um criador, indicador e disseminador de tendências, que vão desde as plataformas especializadas, até pessoas, sejam elas famosas ou não. A emblemática editora-chefe da Vogue americana, Anna Wintour, é um grande exemplo.

LEIA MAIS:

Zendaya, Lady Gaga e a ascensão do method dressing

Cringe, cheugy, normie? Desvendando o significado por trás das gírias da GenZ

O dicionário da moda sustentável: o significado das expressões usadas

Você também vai gostar