Semana de Alta-Costura: um resumo do que bombou no segundo dia

por Barbara Shimada

O primeiro dia da edição de Outono/Inverno 2022/23 da Semana de Alta-Costura foi um grande sucesso, cheia de looks impecáveis, trabalhos minuciosos e muita criatividade. E temos que dizer que o dia de hoje promete ser tão especial quanto. De criações exuberantes de tirar o fôlego, até shows impecáveis e inesquecíveis, fomos apresentadas a tudo que há de melhor na moda mundial.

Como você bem sabe, a Semana de Alta-Costura sempre nos reserva gratas surpresas, com modelos tão lindos, criativos e fantásticos que não existe outra palavra para descrever a não ser, perfeição. Além disso, o evento é um grande apontador de tendências, principalmente em relação ao que está por vir no circuito fashion subsequente. Então, se fossemos você ficaria de olho nos destaques diários que trazemos para você. Agora, sem mais delongas, vem ver tudo que mais brilhou os olhos da indústria da moda neste segundo dia de Haute Couture.

Chanel - criação Chanel Haute Couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Chanel (Reprodução/Instagram)

chanel

Abrindo os trabalhos de hoje, a Chanel desfilou sua mais pura essência. Além das elegantes silhuetas em tweed já conhecidas, a grife francesa apostou em agregar toques relevantes, mas equilibrados, de modernidade e criatividade em seus looks para as passarelas da Semana de Alta-Costura. Além disso, ao invés de nos apresentar uma gala ‘tradicional’, Virginie Viard, diretora criativa à frente da maison, optou por entregar cortes mais rígidos, com ângulos intensos, autênticos, que exploram o lado feminino, mas transmitem muita autoridade e poder. A escolha de materiais mais robustos, com caimento pesado e uma cartela de cores que flerta com um visual fun, mas tão sério quanto, intensificou ainda mais a proposta. Com acabamentos impecáveis, cortes alinhadíssimos e estrutura praticamente perfeita, a marca reforça ainda mais sua técnica impecável, com destaque para as peças de alfaiataria. Podemos dizer que a abordagem da etiqueta segue por caminhos mais realistas e pouco fantasiosos, e ainda sim conseguem exalar toda potência esperada para uma coleção de Haute Couture. As modelagens bem construídas  - vide as pregas habilmente executadas - deram o tom sofisticado e com movimento para as peças, assim como os detalhes que se mesclavam e se fundiam em cada uma das criações como se tivessem ‘nascido’ para estar ali.

Ronald van der Kemp - criação Ronald van der Kemp Haute Couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Ronald van der Kemp (Reprodução)

ronald van der kemp

Quando falamos que a Semana de Alta-Costura é o momento perfeito para que os designers concretizem toda criatividade, não estávamos brincando. Assim como vemos coleções que trabalham conceitos mais sofisticados e luxuosos, também somos apresentadas a looks que fogem totalmente do óbvio, como é o caso das peças da grife Ronald van der Kemp. Com modelos sempre irreverentes, que abordam um lado mais divertido da moda, a marca trouxe para essa temporada looks divertidos e lúdicos, que despertam nossa imaginação e nossos sentidos. Seja através do uso de cores vibrantes ou das modelagens excêntricas - no melhor sentido da palavra -, fomos transportadas para um universo fantasioso cheio de formas extravagantes, além das misturas super interessantes. O visual escultural impactante, tinha como principais elementos os volumes exagerados, tecidos encorpados, quebras visuais inesperadas e a mescla inteligente e exuberante de materiais em uma única produção.

Stéphane Rolland - criação Stéphane Rolland Haute Couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Stéphane Rolland (Reprodução/Instagram)

stéphane rolland

As coleções de Stéphane Rolland para a Semana de Alta-Costura são sempre muito intensas e marcantes, e para a edição F/W 22/23 não seria diferente. Fomos apresentadas a modelos incrivelmente volumosos e bem trabalhados, formas super orgânicas, materiais brilhantes, principalmente com acabamento vinil e acetinado, e silhuetas incrivelmente poderosas. O cenário praticamente vazio, minimalista, adornado apenas por um enorme tapete contrastante em preto e branco, deixava todo destaque para as luxuosas criações, que brilhavam sozinhas em uma paleta predominantemente nas cores vermelha, branca, preta e nude. O alto design de cada peça, atrelado ao movimento fluido e amplo, transmitia uma imagem deslumbrante, sofisticada e bem contemporânea para a coleção. Além disso, elementos como a amplitude e o volume, tanto em detalhes mais discretos, como mangas levemente bufantes, quanto em looks mega exuberantes, como criações inteiras acolchoadas, também se destacaram. As enormes capas, véus esvoaçantes e aplicações garantiram um visual sofisticado com um toque dramático, assim como os decotes profundos, ombros marcados e os pontos de transparência tinham um aspecto sensual equilibrado e poderoso.

Alexandre Vauthier - criação Alexandre Vauthier Haute Couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Alexandre Vauthier (Reprodução)

alexandre vauthier

O contraste entre o sensual e o contemporâneo das silhuetas da coleção de Outono/Inverno 2022/23 da Alexandre Vauthier para a Semana de Alta-Costura, nos entregou modelos extremamente elegantes e glamourosos. Ao mesmo tempo que éramos apresentadas a looks com ângulos bem definidos, amplitude - o oversized marcou forte presença - e elementos de alfaiataria desconstruída, víamos surgir modelos sexys, com shapes ajustados e que delineava o corpo. Um tom de azul intenso foi a cor eleita para ser o ponto de vibração da coleção, mas matizes como preto, prateado e bege também se destacaram. As peças eram uma mistura muito harmônica entre uma estética retrô e futurista, além de conter elementos do alto streetwear, que bem sabemos ter ganhado um novo patamar. Não podemos esquecer do brilho que esteve presente tanto nos detalhes, quanto no impactante look prateado de paetês. Mais alguns pontos chave, foram os detalhes assimétricos, as camadas, babados, franjas e aplicações, que trouxeram um movimento super descolado para as criações.

Armani Privé - criação Armani Privé haute couture - Semana de Alta-Costura - Inverno 2022 - desfile - https://stealthelook.com.br
Foto: Armani Privé (Reprodução/Instagram)

armani privé

Não poderíamos terminar os destaques do segundo dia de Semana de Alta-Costura F/W 22/23 sem falar de Armani Privé. A marca italiana levou para as passarelas criações com uma pegada mais tradicional e uma silhueta não muito distante do que já estamos acostumadas, mas surpreendentemente renovada e moderna. É muito normal que etiquetas muito antigas, que tenham uma tradição essencialmente intrínseca, apresentem modelos novos, mas com um ar muito familiar, o que torna essencial buscar frescor e atrelar tendências - tanto comportamentais, quanto já ligadas à moda - às peças. Então, para essa temporada, podemos dizer que a grife italiana não saiu exatamente de sua zona de conforto, ou apresentou looks incansavelmente inovadores, mas, respeitando seus códigos visuais e sua história, pincelam elementos atuais e conseguiram reinventar sua estética. Além da sofisticação e elegância de sempre, vide pelas peças de alfaiataria simplesmente impecáveis executadas com primor e de seus elementos característicos - como o jacquard bem trabalhado e a silhueta emblemática -, é notável a presença de aspectos dinâmicos e modernos, como as linhas retas e cortes cheios de autoridade que fazem referência ao guarda-roupas masculinos - vanguardista desde sempre -, além dos adornos, estampas e detalhes que, em alguns casos, tinham uma pegada fun jovem.

LEIA MAIS:

Começou a Semana de Alta-Costura e esses são os destaques do primeiro dia

8 truques de styling para roubar da coleção Chanel Cruise 2022/23

Os maiores destaques da Semana de Moda de Milão

Você também vai gostar